Destaque

União dos chefes do executivo no combate ao Covid-19

Uma reunião nesta terça-feira (24), com o governador Mauro Mendes, no Palácio Paiaguás, para discutir as ações  de combate à disseminação ao  novo Coronavírus. Reuniu o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, a prefeita da segunda maior cidade do Estado, Lucimar Sacre de Campos e demais autoridades. “Ninguém imagina que isso fosse acontecer. O mundo não …

Uma reunião nesta terça-feira (24), com o governador Mauro Mendes, no Palácio Paiaguás, para discutir as ações  de combate à disseminação ao  novo Coronavírus. Reuniu o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, a prefeita da segunda maior cidade do Estado, Lucimar Sacre de Campos e demais autoridades.

“Ninguém imagina que isso fosse acontecer. O mundo não estava preparado para essa pandemia e, independente de questões políticas, partidárias e ideológicas é importante que nós pensemos na população mato-grossense. Nosso partido é Cuiabá, nosso partido é Mato Grosso. A melhor forma de avançar é dividir responsabilidades. É um primeiro passo para que possamos ganhar essa guerra. Nós temos de ser conduzidos pelo Estado”.

Durante o evento, o prefeito  sugeriu a criação de um comitê intermunicipal, com reuniões a cada semana, entre os gestores estaduais e municipais. ‘Ainda está em tempo de adotarmos medidas”, lembrou Pinheiro, reforçando que o pico de contágio da doença será em abril, segundo as projeções do Ministério da Saúde.

O governador Mauro Mendes reafirmou esforços para o embate à disseminação da doença. “Dentro de três dias, Cuiabá e Várzea Grande irão  entregar para o Governo do Estado o planejamento de cada município para que nós possamos articular, em conjunto, o atendimento exclusivo ao  coronavírus aqui na Baixada Cuiabana e atendendo também uma boa parte do Estado. Nós definimos também que o Governo do Estado vai mapear os 54 hospitais estaduais e ver a disponibilidade que cada um deles  tem de leitos que podem ser colocados em exclusividade ao atendimento a pandemia”.

Após a sugestão do prefeito quanto à criação de um Comitê, definiu-se ainda que todas às terças, a partir das 14 horas os gestores dos dois municípios (Cuiabá e Várzea Grande) irão se reunir com o Executivo para planejamentos e articulações. “As maiores cidades do Estado estarão se unindo, ordinariamente, para a definição de medidas”, explica Emanuel Pinheiro.  Para o chefe do executivo municipal,  o primeiro passo para combater a pandemia é a união de esforços, o que irá refletir no fomento a  rede protetiva da população.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos também apresentou ações e estratégias durante o encontro.  A prefeita ponderou que 60% dos atendimentos em saúde de  Várzea Grande são de pessoas do interior do Estado e que fazendo isso o governador mostra a preocupação com Mato Grosso.  “Cuiabá tinha seu planejamento, nós temos o nosso, mas o momento é de união das ações. Só assim conseguiremos planejar melhor, atender melhor e enfrentar esta pandemia, que assola o mundo”, destacou.

Lucimar fez referência as medidas adotadas com a edição do novo Decreto Emergencial de proteção as pessoas, reafirmando  ainda outros compromissos da gestão municipal como de utilizar poder de Polícia para coibir eventuais desrespeitos as decisões de não aglomeração de pessoas e de funcionamento de comércios, que estão no Decreto.

De acordo com o que foi definido na reunião, uma equipe técnica vai escolher as referências estaduais e realizar a regulação.

Participaram da reunião o secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo, assim como os secretários de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho e o de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, e o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, além dos deputados Carlos Avalone e Paulo Araújo.

 

Foto: Secom – VG

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados