Destaque

TSE alerta que está circulando “fake news” sobre votar pela internet

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) esclarece que não enviou nenhum e-mail que intima eleitores a participar de votação experimental pela internet.     Todos os anos – especialmente os anos eleitorais -, chegam aos canais de relacionamento da Justiça Eleitoral relatos de cidadãos que contam terem recebido mensagens de e-mail ou via aplicativos de smartphone …

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) esclarece que não enviou nenhum e-mail que intima eleitores a participar de votação experimental pela internet.

 

 

Todos os anos – especialmente os anos eleitorais -, chegam aos canais de relacionamento da Justiça Eleitoral relatos de cidadãos que contam terem recebido mensagens de e-mail ou via aplicativos de smartphone com mensagens enganosas que se passam por comunicado oficial. Essas mensagens sempre oferecem um link de origem duvidosa, que convidam o cidadão a clicar para saber mais detalhes. Contudo, essas mensagens são falsas e, ao que tudo indica, são enviadas por criminosos para, por meio delas, coletar dados do cidadão, como o número do CPF, para serem usados em golpes.

A mensagem falsa que circula atualmente fala de um novo portal de votação eletrônica que teria sido criado pelo TSE para viabilizar a participação nas eleições municipais via internet e ainda atribui ao eleitor multa de R$ 193,44 caso não atenda ao chamado de clicar na mensagem recebida.

Saiba mais: https://bit.ly/2UdL6c3

#PraCegoVer #PraTodosVerem
Descrição da imagem: no topo, em destaque, a frase: “É fake”. Abaixo, um balão de diálogo com o texto: “TSE não enviou e-mail que intima eleitores a participar de votação experimental pela internet”. No rodapé, as informações: “Confira outras checagens de fatos sobre o processo eleitoral em: www.justicaeleitoral.jus.br/fato-ou-boato” e a logo das Eleições 2020 #SeuVotoTemPoder”.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados