Brasil Destaque

Suspeita de corona vírus chega a Mato Grosso

A paciente proveniente de um país do continente asiático, retornou a Mato Grosso esta semana, com suspeita de estar infectada  pelo novo coronavírus.  Ela esta internada no setor de isolamento do Hospital Regional de Rondonópolis (MT). Por: Alessandra Barbosa A suspeita de uma paciente que pode estar contaminada pelo Corona vírus deixou a Secretaria Municipal de Saúde Rondonópolis …

A paciente proveniente de um país do continente asiático, retornou a Mato Grosso esta semana, com suspeita de estar infectada  pelo novo coronavírus.  Ela esta internada no setor de isolamento do Hospital Regional de Rondonópolis (MT).

Por: Alessandra Barbosa

A suspeita de uma paciente que pode estar contaminada pelo Corona vírus deixou a Secretaria Municipal de Saúde Rondonópolis em alerta.

A paciente proveniente da Ásia, não esteve na China (foco original), porém passou por outros países que já possuem casos confirmados e ao desembarcar em Rondonópolis, percebeu sintomas de resfriado e tosse. Ela procurou auxílio da Secretaria de Saúde para informar seu estado clinico e não obteve resposta imediata.

Após alguns contratempos, a própria Secretária de Saúde Izalba Albuquerque foi informada da situação e imediatamente providenciou para que todas as medidas necessárias, e os primeiros procedimentos e cuidados sejam iniciados conforme os protocolos e recomendações da OMS.

Exames serão realizados na manhã desta sexta-feira (7), poderão com informar com detalhes sobre a suspeita ou descartar qualquer contaminação por Coronavirus.

Este é o primeiro casos suspeito do vírus em Mato Grosso. No Brasil, segundo informações da imprensa nacional, já foram registrados 14 casos. Após triagem, entretanto, os casos suspeitos foram reduzidos para nove.

O secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, que esteve reunido com o Ministério da Saúde para traçar estratégias de prevenção contra o novo vírus, viajou a Rondonópolis para acompanhar o caso de perto.

Como o novo coronavírus é transmitido?

As investigações sobre transmissão do novo coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por contato, está ocorrendo. É importante observar que a disseminação de pessoa para pessoa pode ocorrer de forma continuada.

Alguns vírus são altamente contagiosos (como sarampo), enquanto outros são menos. Ainda não está claro com que facilidade o novo coronavírus se espalha de pessoa para pessoa.

Apesar disso, a transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como: gotículas de saliva; espirro; tosse; catarro; contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Os coronavírus apresentam uma transmissão menos intensa que o vírus da gripe e, portanto, o risco de maior circulação mundial é menor. O vírus pode ficar incubado por duas semanas, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados