Brasil Destaque Judiciário

STF nega liminar para suspender quarentena obrigatória em Cuiabá

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, negou, nesta quarta-feira (8), um pedido de liminar impetrado pela Prefeitura de Cuiabá contra a decisão da Justiça que decretou a quarentena obrigatória na região metropolitana. Toffoli negou seguimento do recurso “Supensão de tutela privisória” e, com isso, nem analisou os pedidos de suspensão cautelar impetrados …

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, negou, nesta quarta-feira (8), um pedido de liminar impetrado pela Prefeitura de Cuiabá contra a decisão da Justiça que decretou a quarentena obrigatória na região metropolitana.

Toffoli negou seguimento do recurso “Supensão de tutela privisória” e, com isso, nem analisou os pedidos de suspensão cautelar impetrados pela Procuradoria-geral do município.

No entanto, a Prefeitura ainda aguarda a apreciação de outro recurso.

Neste caso, uma liminar em um recurso chamado “Reclamação” será apreciada pelo ministro Gilmar Mendes.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados