Destaque Eventos Noticias

SISMA participa de lançamento do projeto AVIVAR

Um dos pilares do SISMA é o apoio a iniciativas que visem políticas públicas. Assim sendo, a presidência do sindicato, participou do lançamento do projeto AVIVAR, uma iniciativa da Associação de Apoio aos Pacientes Oncológicos de Cuiabá (AAPOC) que tem como principal objetivo conscientizar a sociedade em relação à luta contra todos os tipos de câncer, durante todo o ano.

Assim nasceu o ‘AVIVAR’ movimento para impactar a capital e mudar a forma como o paciente com câncer é visto e tratado. A presidente do SISMA, Carmen Machado esteve presente junto às demais diretoras do sindicato, 1ª Secretaria, Tatiana Lima, 2ª Secretaria, Solanyara Maria e a 1ª Tesoureira, Andreia Maria, no lançamento do projeto.

Durante lançamento do projeto AVIVAR, as amigas e idealizadoras do projeto Danúbia Rondon e Janaína Santana, relataram o porquê de juntas abraçarem essa causa. Vale ressaltar que ambas já enfrentaram a batalha contra o câncer.

“Depois que enfrentei o primeiro câncer algo em mim mudou, o meu olhar, a minha visão de mundo mudou”, relatou emocionada Danúbia Rondon.

“O câncer é uma realidade, ele é doloroso, mas não é o fim e sim a oportunidade de sermos pessoas melhores”, relatou Janaína Santana.

Emocionada com os testemunhos relatados por parte dos membros da AAPOC, a presidente do SISMA ressaltou que a atual gestão tem interesse em apoiar projetos sociais voltados à saúde. “O AVIVAR é ímpar ele realmente faz com que o voluntariado se fortaleça de uma maneira diferenciada, com o olhar voltado ao próximo independente da doença ou qualquer situação de agravo na sua saúde. O SISMA já está participando ativamente, para que possamos incluir brevemente parcerias que visem atender essa população tão necessitada que são os pacientes com câncer. O Sindicato está de portas abertas para receber esses projetos e contribuir de forma efetiva com políticas públicas de saúde”, declarou a presidente, Carmen Machado.

Faça parte desse movimento

Para fazer parte e avivar a jornada de alguém você pode adquirir um dos produtos específicos que serão colocados à venda, executar uma ação de conscientização nas redes sociais ou prestar um serviço que apoie os pacientes oncológicos.

“Ser é sentir e foi isso que o voluntariado trouxe para mim e na AAPOC a gente é todos os dias. Quando a gente diz a vocês comprem uma camiseta, a gente quer dizer nos ajudem a prover um cateter ou um bolsa de colostomia para auxiliar em um tratamento menos doloroso a uma criança, pois não é do câncer que ela teme, e sim a desassistência SUS”, disse uma das co-fundadoras da AAPOC, Maysa Leão.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados