Destaque

Secretárias do município destacam valorização na atual gestão

Nove pastas são comandadas por mulheres Além dos cargos de primeiro escalão na equipe de governo, o Município conta ainda com 10 mulheres como secretárias-adjuntas e pelo menos outras 35 nas funções de diretoras O significado do mês da mulher desperta reflexão sobre a luta e os espaços conquistados por elas ao longo do tempo. …

Nove pastas são comandadas por mulheres Além dos cargos de primeiro escalão na equipe de governo, o Município conta ainda com 10 mulheres como secretárias-adjuntas e pelo menos outras 35 nas funções de diretoras

O significado do mês da mulher desperta reflexão sobre a luta e os espaços conquistados por elas ao longo do tempo. É o momento também de avaliar a real representatividade feminina nos cargos de liderança, o que, na Prefeitura de Cuiabá, já vem acontecendo desde o primeiro mandato do prefeito Emanuel Pinheiro. Atualmente, das 20 secretarias que existem no Município, nove possuem mulheres no comando, sendo que duas delas possuem como titular a mesma mulher.

Além dos cargos de primeiro escalão na equipe de governo, o Município conta ainda com 10 mulheres como secretárias-adjuntas e pelo menos outras 35 nas funções de diretoras. De acordo com a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, a competência feminina tem transformado a administração pública, principalmente, na educação, saúde e assistência social.

Ela destaca que, em conjunto com a primeira-dama Márcia Pinheiro, tem trabalhado para consolidar a promoção e garantia dos direitos das mulheres, por meio de políticas públicas que envolvam todas as secretarias. “Todas estas posições de destaque reforçam a luta pela igualdade nos direitos. Luta esta que é revigorada a cada 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher”, explica Zamproni.

Conciliar o dia a dia exige muito esforço e dedicação, essa é a avaliação da secretária Ozenira Félix, que atualmente está à frente de duas pastas importantes: Gestão e interinamente na Saúde. Professora por formação, Ozenira conta que, por ser mulher, teve que provar ainda mais sua capacidade.

“A mulher é sempre colocada à prova, a gente tem que provar 10 vezes mais do que o homem. Se a mulher já tem dificuldade de trabalho, a mulher negra é o dobro. Mas, isso nunca me impediu de romper barreiras e conquistar uma qualificação profissional. Sou muito agradecida por participar de uma gestão que agregou mulheres nas suas principais secretarias”, ressalta.

Para a primeira mulher a ocupar o cargo de Controladora Geral do Município, Mariana Cristina Ribeiro dos Santos, abordar a trajetória da vida pública das mulheres cuiabanas é falar sobre a aquisição de direitos, de espaço público para o exercício da cidadania. Dentro dessa abordagem estão inseridas as lutas por igualdade e justiça imparcial, o combate contra o preconceito e a opressão, além da busca por um ambiente efetivamente democrático.

“Tenho orgulho de fazer parte de uma gestão que acredita e valoriza a capacidade da mulher. Sou a primeira no cargo de controladora e tenho certeza que, com essa política que foi implantada na Prefeitura, não serei a única. O caminho foi aberto e muitas terão a oportunidade de passar por ele”, afirma.

A secretária municipal de Educação, Edilene de Souza Machado, falou do desafio de estar à frente de uma pasta tão importante para os munícipes, principalmente às crianças. Professora de carreira desde 1985, ela já atuou na Assessoria Pedagógica da Diretoria de Ensino e ocupou cargo na Coordenação Municipal da Frequência Escolar do Programa Bolsa Família.

“Estou feliz e me sinto lisonjeada por fazer parte dessa mudança. Percebemos que, dentro do Poder Público, a participação da figura feminina vem aumentando. Contudo, há muito que ser feito, pois o mundo continua machista. Não podemos ficar apenas à espera de reconhecimento. Temos que fazer nossa parte e ter uma participação ativa, pois é isto que nos torna indispensáveis na construção da democracia junto à administração pública”, reitera.

Segundo a secretária de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Janayna Ferreira de Jesus, a presença da mulher no poder público fortalece a democracia e aproxima ainda mais a gestão da população.

“A luta em defesa das mulheres, combate à violência e a discriminação não pode ficar só no discurso. É preciso funcionar na prática. O maior exemplo de que isso é possível são as mulheres que fazem parte do alto escalão do Município e têm um espaço gigante para atuar na administração pública”, observa.

Já a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob, explica a satisfação por estar à frente de uma secretaria que valoriza a arte. “Sinto-me reconhecida pelo trabalho que sempre desenvolvi ao longo dos anos. A mulher realmente tem se destacado em diversas funções. Isso significa o reconhecimento da capacidade dela de atuar em qualquer área”, pontua.

Comandando a pasta de Turismo, Iracilda Maria Dantas de Campos, salienta que a mulher percebe os detalhes e busca a perfeição em tudo que desenvolve. Para ela, o cuidado nato da mulher trouxe segurança para o poder público. Mesclando a sensibilidade, a sutilidade e a perspicácia, a mulher se tornou ponto chave na gestão.

“Acredito que todas as dificuldades são superadas quando desempenhamos nossas atribuições com retidão, liderança, respeito e capacidade técnica, de modo que quando passamos a demonstrar nossa força e eficiência no exercício do cargo, o gênero deixa de ser um critério de avaliação do serviço realizado”, conclui.

Juliette Caldas Migueis, procuradora Geral do Município, argumenta que o fato de ser mulher não pode ser um dificultador, nem um facilitador. Ela reforça que a mulher tem que ter dedicação e competência para se destacar no trabalho. Quanto ao desafio de assumir um posto que, historicamente, sempre foi comandado por homens, ela mostra segurança e capacidade técnica para chegar no comando.

“Assumir como Procuradora Geral mostra que as mulheres podem fazer parte desse processo de transformação da cidade. Este desafio só alavanca mais uma possibilidade de que podemos demonstrar e comprovar que a mulher pode estar no comando de qualquer setor”, afirma.

Ela ainda deixou um recado para todas as meninas e mulheres que almejam crescimento na vida pessoal e profissional. “Não deixem de lutar, acreditem em seus sonhos e tenham fé em Deus. Não se frustrem frente aos empecilhos e busquem posição de igualdade. Estudem e se qualifiquem, tenham clareza do que querem e coragem para ir à luta e conquistar seu espaço de direito”, finaliza.

Idealizadora de diversos projetos nas áreas sociais, a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, reforça a valorização da mulher na gestão. Ela pontua que nunca na história de Cuiabá a mulher teve tanta participação direta na construção da gestão, fazendo parte das principais Secretarias.

“Quando se valoriza a mulher, nos tornamos um reflexo para sociedade. Com isso, passamos para as meninas cuiabanas que elas também podem ser empoderadas, felizes, dignas e independentes”, ressalta Márcia.

Por fim, o prefeito Emanuel Pinheiro destaca que confiou às principais secretarias as mulheres por critérios técnicos, de competência e capacidade e parabeniza todas as cuiabanas. “O papel da mulher hoje é importantíssimo não apenas no seio familiar, mas para a gestão pública e outras áreas da sociedade. Elas representam um segmento que se tornou um pilar de nosso país. Por isso, desejo que as mulheres sejam muito felizes em seu dia e que seus direitos sejam cada vez mais reconhecidos e respeitados”, pontuou.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados