Destaque

Secretaria Municipal de Saúde adquire mais medicamentos para ampliar kit Covid-19 a todas as unidades básicas

Tratamento será direcionado apenas para pacientes com sintomas leves da doença, mediante prescrição médica e termo de consentimento.     Nesta terça-feira (21), a Prefeitura de Cuiabá iniciou a entrega de kit Covi-19 (mediante prescrição médica e termo de consentimento do paciente) em 14 unidades básicas de saúde (veja lista ao final) e já iniciou …

Tratamento será direcionado apenas para pacientes com sintomas leves da doença, mediante prescrição médica e termo de consentimento.

 

 

Nesta terça-feira (21), a Prefeitura de Cuiabá iniciou a entrega de kit Covi-19 (mediante prescrição médica e termo de consentimento do paciente) em 14 unidades básicas de saúde (veja lista ao final) e já iniciou o processo de compra de mais medicamentos suficientes para ao menos mais 80 mil kits, para que toda a rede de atenção primária e secundária da Capital seja contemplada.

A intenção é descentralizar ao máximo esse serviço para evitar aglomerações. É o que informa o secretário-adjunto de Assistência em Saúde e médico, Luiz Gustavo Raboni Palma. “Vão vir mais kits que vão ser para contemplar todas as unidades básicas e as unidades secundárias também, todas as UPAs e policlínicas. Essa aquisição dos medicamentos está sendo um pouco dificultada pela diminuição da oferta de medicamentos e pelo preço, que está fora do mercado”, afirma.

Conforme o secretário-adjunto, essa dificuldade encontrada no mercado para aquisição de medicamentos foi o que impediu a inserção do zinco na primeira leva de kits, que começaram a ser distribuídos, nesta terça-feira (21). O zinco estará disponível na próxima semana, quando mais 15 mil kits serão fornecidos. “No total, serão adquiridos medicamentos para 80 mil a 100 mil kits, já incluído o zinco, que por problema de logística não foi entregue, mas, no mais tardar na semana que vem já chega também para contemplar também o kit”, afirma Raboni Palma.

O médico explica ainda que seguindo orientação do Sistema Único de Saúde (SUS) e seu princípio de universalidade do acesso, o kit Covid-19 poderá ser entregue a pacientes que tenham em mãos receituário de médico da rede privada. “O que nós vamos pedir é que a receita seja carbonada porque uma receita vai ficar retida na unidade, até para fazer controle do kit. Quero frisar também que esses kits são rastreados, tem um código de barras nele que nós sabemos onde esse kit está sendo distribuído pela embalagem e pelos medicamentos de dentro”, alerta.

 

Tratamento precoce não é preventivo

 

Outra importante orientação feita por Luiz Gustavo Raboni Palma é que o tratamento proporcionado pela Secretaria Municipal de Saúde, através do kit Covi-19 é direcionado a pacientes com sintomas iniciais da doença. “A pessoa tem que ter alguns daqueles sintomas característicos, como congestão nasal, febre, cefaleia, sintomas gastrointestinais que também podem aparecer, perda do olfato, perda do paladar. Nesses casos leves, está indicado o começo do tratamento precoce. Não é um preventivo!”, frisa. O médico adianta que não existe eficácia comprovada de medicamentos na prevenção da Covid-19. “Então, se a pessoa fizer isso, ou a pessoa mentir que está tendo sintomas e realmente não ter, além de não ter efeito o medicamento, vai retirar o medicamento de quem precisa”, lembra.

Palma explica que como o kit Covid-19 contém antibiótico e outros medicamentos que necessitam de receituário médico, é imprescindível que o paciente passe por uma consulta médica para que seus sintomas sejam avaliados pelo profissional. “Ele achando que a pessoa tem sintoma e necessita de medicamento e não sendo contraindicado o medicamento pra essa pessoa em específico (porque pode ser que a pessoa seja alérgica ou algo do tipo), aí vai ser indicada a medicação. Somente com receituário médico e depois de passar por um profissional e ser avaliado que vai ser retirado esse kit”, diz.

 

Prevenção à Covid-19

 

O secretário-adjunto em Assistência à Saúde de Cuiabá reforça para a população que o único método comprovadamente eficaz de prevenção à Covid-19, até o momento, é tomar as medidas de biossegurança, como distanciamento social, uso de máscara, lavar as mãos sempre que possível, álcool em gel quando não foi possível lavar as mãos, evitar aglomeração, evitar festas e, no caso das pessoas que têm sintomas, evitar contato com pessoas do grupo de risco, como gestantes, idosos, hipertensos, diabéticos, imunodeprimidos e outras pessoas com doenças crônicas.

 

Veja as 14 unidades básicas de saúde que já dispõem do Kit Covid-19:

 

PSF Santa Izabel I / PSF Santa Isabel II

PSF Despraiado I / PSF Despraiado II

Centro de Saúde do Grande Terceiro

Centro de Saúde Dom Aquino

Centro de Saúde Jardim Leblon

PSF Pedregal I / PSF Pedregal II

PSF Pedra 90 I / PSF Pedra 90 II

Centro de Saúde do Parque Cuiabá

Centro de Saúde do Tijucal

UBS Parque Ohara

Clínica da Família do CPA 1

PSF Três Barras

PSF Jardim Umuarama

Centro de Saúde CPA III

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados