Destaque Judiciário

Rotam identifica caminhonete clonada de R$ 180 mil e prende integrantes de quadrilha

A caminhonete Toyota avaliada em R$180 mil foi apreendida no estacionamento de um shopping center, em Cuiabá. Policiais do Batalhão Rotam desarticularam uma quadrilha especializada em roubos e clonagem de veículos de alto valor. Dois homens ( 22 e 47 anos ) foram presos e uma caminhonete Toyota avaliada em R$180 mil foi apreendida pela …

A caminhonete Toyota avaliada em R$180 mil foi apreendida no estacionamento de um shopping center, em Cuiabá.

Policiais do Batalhão Rotam desarticularam uma quadrilha especializada em roubos e clonagem de veículos de alto valor. Dois homens ( 22 e 47 anos ) foram presos e uma caminhonete Toyota avaliada em R$180 mil foi apreendida pela PM, no estacionamento de um shopping center, em Cuiabá.

Por volta das 18h, da última sexta-feira (11), a equipe realizava patrulhamento tático quando recebeu uma denúncia de que havia uma caminhonete Toyota clonada que estaria circulando nas proximidades do shopping na Avenida Historiador Rubens de Mendonça.

Os policiais fizeram diligências  e localizaram o veículo com dois ocupantes.Foi feita a abordagem já nas dependências do estabelecimento. Na checagem veicular, a Rotam identificou que a caminhonete era roubada e que a identificação do carro apresentava sinais de adulteração, assim como  a cédula do CRLV (certificado de registro e licenciamento de veículo) havia sido roubada,  no dia 14 de maio deste ano no município de Nortelândia.

Os suspeitos receberam voz de prisão, a caminhonete foi apreendida e a proprietária que teve o veículo original roubado há três meses, ela  foi informada da clonagem do carro.

Os dois homens  e o veículo foram entregues à delegacia. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

Expertise e técnica policial 

Para identificar se um carro é clonado é necessário que o policial tenha conhecimento técnico e específico para identificar veículos dublês. O Batalhão Rotam possui equipes com preparo técnico operacional ao ponto de identificar que os suspeitos, que na maioria das vezes, pertecem a quadrilhas especializadas em roubos e furtos de veículos. Os criminosos dividem as ações como àqueles integrantes que praticam o roubo dos veículos, outross membros guardam o produto roubado por um tempo e a outra parte da quadrilha falsifica e clona o chassi, placa, documentação, para em seguida, vender a caminhonete clonada.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados