Geral Judiciário Noticias

Rede social da 11ª Cia de Colniza auxilia filha a encontrar o pai depois de 20 anos

MARICELLE LIMA VIEIRA

Cinco dias depois de descobrir o paradeiro do seu pai, com auxilio da 11ª Companhia de Colniza (a 1.065 km de Cuiabá), a caixa Valdirene Aparecida Lassen Souza, 25 anos, disse ainda não saber explicar a sensação.

Vivendo em Rondônia, Valdirene descobriu que seu pai com quem não tem contato há 20 anos, seria morador de Colniza. Por meio da página de uma rede social da unidade policial, ela mandou uma mensagem pedindo ajuda dos policiais para encontrá-lo.

“Nunca imaginei que o encontraria, depois de tantos anos, sem nenhum contato. Descobrir seu paradeiro e que tenho irmãs me deixou mais emocionada ainda. Sinto que preenchi uma lacuna do meu passado que não fechava. Agradeço de coração o empenho do policial em me ajudar”, destaca.

O soldado Diego Henrique Caxias Macedo, que administra a página, logo que viu a solicitação na sexta-feira (02.07), buscou mais informações e iniciou uma busca via grupos de conversa com auxilio de uma foto antiga do senhor. Em um dos grupos, um amigo reconheceu o senhor e passou sua localização. Com a descoberta, pai e filha conversaram por telefone e irão promover um encontro ainda sem data definida.

“É uma sensação de dever cumprido. Comecei a pesquisa pela manhã e no final do dia, o paradeiro do senhor tinha sido descoberto”, frisa o soldado.

Fonte: PMMT

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados