Geral Noticias Política

Primeira-dama recebe cônsul argentino para tratar de violência doméstica

RUAN CUNHA

A primeira-dama Márcia Pinheiro recebeu o chefe do consulado da Argentina, na última terça-feira (29), para debater ações de combate à violência doméstica e familiar tendo em vista a referência nacional que Cuiabá consolidou nos últimos anos acerca de ações voltadas à mulher.

“Nossa perspectiva é muito otimista porque para nós é um exemplo o que Cuiabá faz no combate à violência de gênero e para Argentina a violência de gênero é uma prioridade e por isso buscamos esse contato para aprender mais sobre a atuação de Cuiabá e assim atender nossas argentinas em situação de risco”, disse o cônsul da embaixada Argentina, Francisco Martín Lobo.

A ideia principal do consulado é averiguar a possibilidade de um intercâmbio entre mulheres provenientes de violência doméstica que estão em alto grau de risco de vida. O direcionamento dessas vítimas seria para o acolhimento, segurança e demais atendimento presentes na atuação da Secretaria Municipal da Mulher.

“Eles tiveram boas referências nossas, em Brasília, e eles identificaram esse acolhimentos que poderão ser feitos quando houver uma decisão judicial que tem que afastar a vítima do estado para que Cuiabá possa receber em nossa estrutura. Na Casa de Amparo, no encaminhamento para curso profissionalizantes no Qualifica e também no espaço de acolhimento que oferece atendimento psicológico e psiquiátrico”, explicou a titular da pasta da Mulher, Luciana Zamproni.

A pasta de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência também participou da reunião para apresentar algumas das ações direcionadas à população migrante. São 91 pessoas atendidas pelo municípios das nacionalidades haitianas, venezuelanas e outras, sendo 47% do sexo feminino com filhos entre 1 mês e 2 anos.

“A população migrante já vem sendo amparada pela prefeitura e mostramos ao cônsul que as mulheres migrantes já são atendidas pela ação social e que estamos atento à questão do abuso e violência doméstica. Deste modo, é um início promissor para efetivarmos essa futura parceria que iremos estudar para garantir o bem estar de cuiabanas e argentinas nesse intercâmbio que pode ser um diferencial na vida delas”, destacou Márcia.

Referência

Atualmente as ações voltadas à mulher tem a coordenação da pasta da Mulher e o apoio político-estratégico do Núcleo de Apoio à Primeira-dama que juntos conseguiram resultados relevantes como a reforma e ampliação da Casa de Amparo, abrigo para o acolhimento de mulheres vítimas de violência; criação da Sala de Acolhimento, única do Brasil presente dentro de uma unidade de saúde, entre outras mais de relevância social para mulher.

O trabalho referência direcionado à mulher titulou Cuiabá como a capital nacional da Mulher que teve suas ações premiadas nacionalmente, em duas oportunidades, além do convite do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos para apresentar os resultados dos programas Siminina e Qualifica na Organização das Nações Unidas em Nova Iorque, Estados Unidos.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados