Destaque

Primeira-dama e Luciana Zamproni participam de reunião on-line para ampliação da campanha “Quebre o ciclo”

Iniciativa, lançada pelo Poder Judiciário de Mato Grosso, tem mobilizado vários órgãos e instituições     Depois de aderir à campanha idealizada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, “A vida recomeça quando a violência termina: quebre o ciclo”, a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária Municipal da Mulher, Luciana Zamproni, dedicaram-se a …

Iniciativa, lançada pelo Poder Judiciário de Mato Grosso, tem mobilizado vários órgãos e instituições

 

 

Depois de aderir à campanha idealizada pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, “A vida recomeça quando a violência termina: quebre o ciclo”, a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e a secretária Municipal da Mulher, Luciana Zamproni, dedicaram-se a uma reunião onde discutiram ações que o munícipio realizará para que as mulheres entendam a importância de romper o ciclo da violência. A atividade foi realizada na data de sexta-feira (12).

A presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas apresentou a campanha à primeira-dama de Cuiabá e demais parceiros. Ela destacou que é preciso somar esforços em prol de inúmeras mulheres que não conseguem sair do ciclo de violência doméstica.

Uma das pautas apresentadas foi a criação de políticas públicas, como a possibilidade de um aluguel social para a mulher vítima de violência, o fortalecimento da rede de enfrentamento, o empoderamento e a qualificação.

De acordo com a primeira-dama, diversas políticas públicas voltadas para este tema já vem sendo desenvolvidas pela Secretaria Municipal da Mulher e pela Secretaria de Assistência Social, como o Qualifica 300 que já capacitou cerca 3,5 mulheres e tem como objetivo até o final da gestão levar mais 5, 6 mil mulheres a terem uma independência financeira.

Além do Espaço de Acolhimento que atende mulheres 24 horas por dia e fazem o acompanhamento por meio de consultas psicológicas, dentre outros. Ela reforça que este é o momento de união de forças e que o desempenho e apoio de cada um, criam a possibilidade para que avancem nas políticas públicas e melhore o cenário que as mulheres estão vivendo.

“É fundamental que a prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria da Mulher, participe de uma rede de enfrentamento que combata verdadeiramente a violência doméstica, não somente em ações pontuais e isoladas, mas com uma política pública concreta. Estamos empenhados nisso e vamos trabalhar para estreitar cada vez mais nossos trabalhos em parceria com o judiciário”, afirma Márcia Pinheiro.

Para a Secretária Municipal da Mulher, Luciana Zamproni, todas as campanhas que estão surgindo nesse momento contra a violência doméstica são de extrema importância. Para Luciana, que está à frente da pasta há quase um ano, levantar o tema durante a pandemia e com parceiros tão importantes,  é extremamente necessário.

“Estamos muito mais atentas umas com as outras. E essa união é o que faz com que mais mulheres saibam como se proteger e cada vez mais busquem os seus direitos “, afirma Zamproni.

Participaram da reunião: a juíza auxiliar da Presidência do TJMT, Adriana Adriana Coningham, a titular da Primeira Vara, a juíza Ana Graziela Vaz de Campos Alves, a juíza Tatiane Colombo, da Segunda Vara, além dos juízes os juízes da Primeira e Segunda Varas de Violência Doméstica e Familiar Contra Mulher da Capital, Jamilson Haddad Campos e Jeverson Quintieri, o diretor-Geral adjunto da Polícia Civil, Dr. Gianmarco Pacola Capoani, a diretora-geral do TJMT, Janaina Bergamaschi, a tenente-coronel PM Emirella Martins, responsável pela Patrulha Maria da Penha.

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados