Destaque

Presidente da AMM avalia se vai recorrer da decisão

O Presidente da associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga esclarece que em relação à decisão da Justiça em suspender a eleição da AMM, ainda vai conversar com os prefeitos e as prefeitas que o apoiam, e também com a coordenação jurídica da AMM, para depois verificar se vai recorrer ou não da decisão, apesar de …

O Presidente da associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga esclarece que em relação à decisão da Justiça em suspender a eleição da AMM, ainda vai conversar com os prefeitos e as prefeitas que o apoiam, e também com a coordenação jurídica da AMM, para depois verificar se vai recorrer ou não da decisão, apesar de ser uma liminar e não o julgamento do mérito.

Fraga ressaltou que recebeu com naturalidade a decisão da suspensão do pleito, mesmo não concordando, por se tratar de uma entidade que não é pública , é uma entidade regida por estatuto. “O estatuto só pode ser alterado através de assembleia geral, devidamente convocada e com aprovação da maioria dos prefeitos presentes, não cabendo o seu presidente ou a diretoria modificá-lo”, disse ele.

O Presidente da AMM esclarece ainda que a  assembleia geral, que tem decisão soberana, ocorreu em novembro/2019, e não este ano. A assembleia foi realizada no auditório da entidade, no ano passado, com a  presença da maioria dos prefeitos de Mato Grosso, que segundo ele, aprovaram várias mudanças no estatuto, amplamente discutidas.  “As mudanças do estatuto foram aprovadas pelos prefeitos, seguindo o mesmo modelo adotado pela Confederação Nacional dos Municípios – CNM”, assegurou.

A eleição da AMM para a escolha da diretoria executiva e do conselho fiscal da Associação Mato-grossense dos Municípios, para o triênio 2012/2023 estava marcada para o dia 15 de dezembro, com a votação presencial e eletrônica , sendo que a votação presencial, seria realizada na sede da AMM. Seguindo o edital, são aptos a votar todos os membros associados em situação de regularidade perante a instituição.

 

Fonte: Assessoria AMM

 

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados