Destaque

Prefeitura mantém monitoramento do transporte coletivo na Capital

No primeiro dia de retomada de atividades do setor econômico, das 120 linhas em funcionamento, apenas seis registraram falhas   Levantamento realizado pela Diretoria de Transportes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), no primeiro dia de retomada do setor econômico (27/4) aponta que  das 120 linhas do transporte público  em funcionamento, apenas seis registraram falhas, …

No primeiro dia de retomada de atividades do setor econômico, das 120 linhas em funcionamento, apenas seis registraram falhas

 

Levantamento realizado pela Diretoria de Transportes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), no primeiro dia de retomada do setor econômico (27/4) aponta que  das 120 linhas do transporte público  em funcionamento, apenas seis registraram falhas, o que corresponde a 5% do montante da frota em andamento.

Os  problemas pontuais, segundo  a Semob, ocorreram em razão da preocupação dos trabalhadores para que  não chegassem  atrasados no primeiro dia de retorno aos trabalhos.

A Secretaria aponta que 114 linhas atenderam com  excelência,  garantindo a segurança, a saúde e a vida dos usuários. Segundo o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, o primeiro dia de monitoramento servirá a um estudo de situação.

Ele relembra ainda que o uso do transporte público seguem alguns critérios. Só podem usar os coletivos, os servidores da saúde (nas redes pública e privada), trabalhadores dos serviços essenciais e quem atua desempenhando funções nos comércio, estão autorizados a utilizar os coletivos. Os trabalhadores do comércio, deverão apresentar um crachá funcional, estar devidamente uniformizado ou apresentar a Carteira de Trabalho, a fim de evitar filas e aglomerações.

Além da restrição de público, cada coletivo só pode realizar as viagens com 50% de sua capacidade. Os ônibus também são higienizados para reforçar as medidas de biossegurança.

“Com isso, vamos construindo uma Cuiabá mais segura, responsável e que começa a retomar suas atividades, de forma gradativa, pensando acima de tudo na saúde e na vida da população”, ponderou o prefeito.

“Já estamos preparados para atender a demanda. Se necessário, 60 novos veículos serão disponibilizados para atender os usuários que precisam dos serviços do transporte público”, declarou o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

“Estamos vivendo um momento de pandemia. Temos que continuar mantendo os cuidados no combate ao coronavírus. Todas as medidas de prevenção devem ser mantidas. O isolamento social deve ser uma prática, como cuidar dos idosos deve ser uma postura de cada família. Ficar em casa é a medida mais recomendada e essa é uma orientação da gestão Emanuel Pinheiro”, declarou o secretário.

Para que Cuiabá continue sendo a Capital com menores índices de óbitos registrados ocasionados pelo Covid-19, a flexibilização de uma forma geral, deve ser com responsabilidade. “Só podemos fazer um novo planejamento com muita cautela. Sei que as medidas tomadas foram duras e muitas vezes drásticas, mas tem dado certo, a maior parte da população acatou a situação. Isso prova que estamos no caminho certo”, ressaltou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Desde o mês de março, a gestão municipal adotou medidas para evitar à disseminação do novo Coronavírus, como a limitação da frota de coletivos na capital.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados