Destaque Economia

Prefeitura e entidades do comércio assinam Termo de Compromisso para retomada gradual

A assinatura do documento ocorreu para que as partes mantenham o compromisso contra a proliferação do Covid-19. A abertura do comercio acontece a partir desta segunda-feira, 27.    A Prefeitura de Cuiabá e entidades representativas do setor produtivo assinaram nesta sexta-feira (24) um Termo de Compromisso, que estabelece as medidas de biossegurança a serem adotadas para …

A assinatura do documento ocorreu para que as partes mantenham o compromisso contra a proliferação do Covid-19. A abertura do comercio acontece a partir desta segunda-feira, 27. 

 

A Prefeitura de Cuiabá e entidades representativas do setor produtivo assinaram nesta sexta-feira (24) um Termo de Compromisso, que estabelece as medidas de biossegurança a serem adotadas para a retomada das atividades econômicas na Capital. Seguindo o decerto nº 7.886, a partir da próxima segunda-feira (27), o comércio local volta a funcionar, gradualmente, conforme as datas e horários alternativos para cada segmento.

A assinatura do documento está prevista no art. 9º do decreto e tem como objetivo inibir a propagação do novo coronavírus (Covid-19). O Termo foi formalizado entre o Município e instituições como a Federação das Associações Comerciais (Facmat), a Associação Empresarial de Cuiabá, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomercio) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

“É um compromisso para que trabalhemos juntos no intuito de avançar na segurança da população, com as medidas de biossegurança, e de tentarmos ao máximo garantir o emprego das pessoas. Estamos demonstrando a união que existe entre o setor produtivo e a Prefeitura de Cuiabá. Nós temos essa responsabilidade de, em parceria, superarmos esse momento de instabilidade causado por essa pandemia”, explica o prefeito.

O prefeito destaca ainda que adiantou o pagamento do salário dos servidores municipais em oito dias. Sendo assim, a partir desta sexta-feira, o Executivo estima uma injeção de R$ 65 milhões na economia local. “Honramos nosso compromisso com o servido, mesmo nesse período de crise, e paralelamente também demos nossa parcela de contribuição nessa retomada das atividades”, comenta.

Para colaborar com a contenção do contágio do vírus, os empresários irão distribuir cerca de 5 mil kits de higienização para a população, bem como auxiliar nas orientação dos lojistas sobre a importância das medidas de biossegurança. “A Associação Comercial está à disposição para conscientizar os empresários quanto às normas. Assumimos esse compromisso” , disse o presidente Jonas Alves.

Entres os procedimentos básicos de segurança estão a realização do controle de acesso ao público, disponibilização de álcool em gel 70% e uso obrigatório de máscaras pelos funcionários e consumidores. Além disso, somente é permitida a lotação máxima de 50% da capacidade normal do ambiente e obrigatória a realização de higienização contínua em todos os equipamentos utilizados para o atendimento.

Também é recomendado que os turnos de trabalho dos funcionários sejam ajustados, visando seguir os horários diferenciados de entrada e saída. “Queremos o melhor para nossa Capital. Nós chegamos ao nosso limite e precisamos retomar à economia. Mas, isso será feito com os cuidados necessários”, afirma o presidente da Fecomercio, Roberto Wenceslau.

FLEXIBILIZAÇÃO

A retomada gradativa das atividades econômicas é resultado da política de enfrentamento à pandemia aderida pelo Município. A aplicação das medidas protetivas colocou a capital mato-grossense no grupo de cidades com números de casos confirmados e óbitos por conta do novo coronavírus abaixo da incidência nacional. Dessa forma, Cuiabá se tornou apta para a plicação do plano estratégico de reabertura do comércio.

Diante desse cenário, tendo como base o art. 38 do decreto nº 7.868, foi criado um grupo técnico, responsável por elaborar o planejamento de retomada, utilizando-se de dados ofertados pela categoria empresarial. O plano foi concebido visando tonar o desenvolvimento das atividades econômicas, durante a pandemia, compatível com as ações de prevenção ao contágio.

Participaram também do ato, os membros do grupo técnico, sendo eles o ex-secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Gilberto Gomes, e os secretários de Governo, Lincoln Sardinha, e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Juares Samaniego, além dos vereadores Renivaldo Nascimento e Marcrean Santos.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados