Destaque

Prefeitos adotam medidas de contenção para fechar as contas

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (19), na AMM, alguns prefeitos falaram sobre as medidas adotadas para equilibrar as contas e honrar os compromissos. Por: Alessandra Barbosa/Assessoria As despesas extras do final do ano acendem o sinal de alerta para prefeitos de vários municípios,  principalmente dos que possuem uma dependência maior de transferências constitucionais para fechar …

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (19), na AMM, alguns prefeitos falaram sobre as medidas adotadas para equilibrar as contas e honrar os compromissos.

Por: Alessandra Barbosa/Assessoria

As despesas extras do final do ano acendem o sinal de alerta para prefeitos de vários municípios,  principalmente dos que possuem uma dependência maior de transferências constitucionais para fechar as contas. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, na AMM, alguns prefeitos falaram sobre as medidas adotadas para equilibrar as contas e honrar os compromissos. Os gestores disseram que estavam contando com o pagamento do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações – Fex para fechar o ano.

“Dependemos do Fex e de outras conquistas”, disse o prefeito de Pedra Preta, Juvenal Brito, que durante sua gestão reduziu o número de secretarias, diminuiu salários, e adotou outras medidas para não deixar atrasar a folha de pagamento.

O prefeito de Araguainha, Silvio José de Morais Filho, disse a estimativa do orçamento era de R$ 13 milhões, mas o município  vai arrecadar pouco mais de R$ 10 milhões. “Em novembro fizemos um decreto de limitação de empenho e estabelecemos recesso até 7 de janeiro para diminuir as despesas”, afirmou.

O prefeito de Campinápolis, Jeovan Faria, que está no segundo mandato, também ressaltou a importância do Fex para o equilíbrio das contas municipais. “No início da nossa gestão, em 2013, não conseguíamos pagar salário no dia 30, tivemos que cortar horas extras em alguns anos e demitir. Agora, que estamos no segundo mandato, estamos controlando um pouco melhor, mas contamos com recursos do Fex para fechar as contas em dia”, frisou.

A prefeita de São Félix do Araguaia, Janailza Taveira, também destacou a importância do Fex para os municípios e a necessidade de ampliar a atuação em Brasília para garantir novas conquistas para os municípios.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados