Destaque

Praças, casarões, Beco do Candeeiro e projetos culturais: gestão trabalha na recuperação do Centro Histórico

Em janeiro, a Secretaria de Cultura irá entregar o Beco do Candeeiro totalmente restaurado   Prédios e monumentos históricos, carregados de simbolismo e herança cotidiana na vida de milhares de pessoas mereceram atenção especial na gestão Emanuel Pinheiro. Foram mais de 10 equipamentos históricos restaurados pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer. Mas ainda existe …

Em janeiro, a Secretaria de Cultura irá entregar o Beco do Candeeiro totalmente restaurado

 

Prédios e monumentos históricos, carregados de simbolismo e herança cotidiana na vida de milhares de pessoas mereceram atenção especial na gestão Emanuel Pinheiro. Foram mais de 10 equipamentos históricos restaurados pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer. Mas ainda existe muito a fazer. Por isso, a Prefeitura de Cuiabá propõe uma integração entre secretarias municipais para fomentar a ocupação do Centro Histórico e levar a população a frequentar as primeiras ruas da nossa Capital com tranquilidade.

A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer comandou a restauração e/ou revitalização de 10 equipamentos históricos do Centro de Cuiabá, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Cidades Históricas, em 2019: entorno do Casarão do Beco Alto, praça Senhor dos Passos, praça Largo Feirinha da Mandioca, praça Caetano Albuquerque, praça Dr. Alberto Novis, Museu da Imagem e do Som MISC, chafariz do Mundéu, Obelisco da praça Luis de Albuquerque, estátua de Maria Taquara, primeira etapa de restauração da Casa de Bem-bem. No momento, encontram-se em fase de aprovação de projeto pelo Iphan para continuação do restauro dos seguintes equipamentos: Casa Procon, Igreja Senhor dos Passos, Casarão da Funai.

Em janeiro, a Secretaria de Cultura irá entregar o Beco do Candeeiro. O local foi restaurado com objetivo de chegar o mais próximo de sua construção original. A pavimentação da rua foi refeita utilizando os mesmos paralelepípedos de outrora que ainda estão no espaço. A calçada foi rebaixada, as fachadas das casas restauradas com cores originais e os candeeiros antigos foram recolocados com iluminação moderna.

Ainda na Pasta de Cultura, o segmento de Patrimônio Histórico possui cadeira fixa no Conselho Municipal de Política Cultural de Cuiabá, para colaborar e fiscalizar ações da gestão para o setor. O segmento aprovou 15 projetos culturais em edital de Fomento, financiado pela Lei Federal Aldir Blanc, coordenado pela Pasta e pelo Conselho. A Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, em conjunto com a Secretaria de Fazenda trabalham na elaboração de um plano para atrair empresas para o Centro Histórico, oferecendo incentivos fiscais para a permanência e ocupação da região, inclusive com funcionamento noturno.

Já a Secretaria da Gestão, por exemplo, comanda o estudo de viabilidade para revitalização do Mercado Miguel Sutil, mais conhecido como Mercado Municipal. O levantamento deve contar com informações técnicas, econômicas, financeiras e jurídicas que apontem para a viabilidade de execução dos projetos. O resultado também mostrará se há possibilidade para criação de uma parceria público-privada (PPP) para o desenvolvimento das obras.

Visando colaborar com a segurança pública, visto que não é função do Município atuar nesse sentido, a Empresa Cuiabana Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) tem trocado as lâmpadas amarelas da cidade pela versão LED na cor branca, que garantem maior luminosidade nas ruas da Capital no período da noite.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados