Destaque Judiciário

Polícia Federal em ação conjunta com o Exército desocupam garimpo em Pontes e Lacerda

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (12/03) a segunda fase da Operação Alfeu em garimpo ilegal de ouro no interior da Terra Indígena Sararé, região de Pontes e Lacerda, em Mato Grosso. A desocupação e a inutilização foram determinadas pela 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Cáceres/MT, participaram da ação 50 policiais federais e …

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (12/03) a segunda fase da Operação Alfeu em garimpo ilegal de ouro no interior da Terra Indígena Sararé, região de Pontes e Lacerda, em Mato Grosso.

A desocupação e a inutilização foram determinadas pela 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Cáceres/MT, participaram da ação 50 policiais federais e 110 militares do Exército Brasileiro.

A ação conjunta com o Exército Brasileiro, faz parte da operação Verde Brasil e contou com apoio de helicópteros, drones e imagens de satélites. Uma equipe da PF especializada em explosivos ajudou na destruição do maquinário utilizado pelos criminosos.

O objetivo foi desocupar um garimpo ilegal no Rio Sararé e inutilizar os instrumentos empregados na exploração clandestina.

Esta é a terceira operação da Polícia Federal em duas semanas em Mato Grosso no combate à exploração e comercialização ilegal de ouro. Na semana passada, quatro pessoas foram presas na Operação Ouro Sujo e na terceira fase da Operação Papagaio de Ouro.

Em maio do ano passado, a Polícia Federal realizou a primeira fase da Operação Alfeu no mesmo local. Após a retirada das forças policiais, os garimpeiros invadiram novamente a área.

O nome da operação é uma referência a Alfeu, deus do rio na mitologia grega.

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados