Destaque Judiciário

PM descobre receptação de combustível e armazenamento irregular e prende dois

A denúncia descrevia que pessoas estariam fornecendo combustível de forma clandestina em pontos comerciais ao longo das BRs 163 e 364     Uma equipe do 7º BPM de Rosário Oeste (a 128 km de Cuiabá) prendeu nesta terça-feira (17.11) dois homens por receptação e  revenda de combustível e porte ilegal de arma de fogo. …

A denúncia descrevia que pessoas estariam fornecendo combustível de forma clandestina em pontos comerciais ao longo das BRs 163 e 364

 

 

Uma equipe do 7º BPM de Rosário Oeste (a 128 km de Cuiabá) prendeu nesta terça-feira (17.11) dois homens por receptação e  revenda de combustível e porte ilegal de arma de fogo.

A denúncia descrevia que pessoas estariam fornecendo combustível de forma clandestina em pontos comerciais ao longo das BRs 163 e 364.

Devido à informação, foram intensificados os patrulhamentos na região quando foi passado que um homem estaria revendendo combustível em uma comunidade rural de Rosário Oeste. Ele foi encontrado e confirmou que teria comprado combustível e fertilizante, mas que seriam para consumo próprio, não para revenda.

Ele levou os policiais até o seu depósito onde foram localizados 150 quilos de fertilizante, 261 litros de combustível dentro de galões e em garrafas menores e uma espingarda de pressão.

Durante o procedimento, os agentes questionaram a mãe do suspeito que acompanhava o trabalho, se o filho teria outras armas de fogo. Ela respondeu que sim e mostrou onde estavam mais duas espingardas de calibres 22 e 36, sendo uma delas com carregador e muitas munições intactas e deflagradas, além de potes com chumbo, pólvora, espoletas para cartucheira.

Os militares foram até o estabelecimento comercial do homem que teria vendido o combustível e o fertilizante, na cidade de Jangada. No local, o denunciado confirmou a prática criminosa, mas alegou que teria parado. Levou os militares até o local que ainda tinham muitos galões, sendo dois deles ainda com combustível com uma bomba medidora – semelhante a uma central de distribuição irregular. O suspeito continuou negando  a receptação do combustível e sim para o seu consumo.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados