Destaque Judiciário

PF faz Operação ‘Chapéu de Palha’ e cumpre mandatos nos gabinetes de Deputados na ALMT

Estão sendo cumpridos 39 mandados de busca e apreensão em vários municípios de Mato Grosso (Rondonópolis, Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Alto Taquari, Itiquira, Juscimeira, Jaciara, São Pedro da Cipa, Dom Aquino, Alta Floresta) e Votuporanga, São Paulo. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) é alvo da operação ‘Chapéu de palha’, da Polícia Federal na …

Estão sendo cumpridos 39 mandados de busca e apreensão em vários municípios de Mato Grosso (Rondonópolis, Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Alto Taquari, Itiquira, Juscimeira, Jaciara, São Pedro da Cipa, Dom Aquino, Alta Floresta) e Votuporanga, São Paulo.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) é alvo da operação ‘Chapéu de palha’, da Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (9), no Centro Político Administrativo de Cuiabá.

A operação faz buscas e apreensões nos gabinetes dos deputados estaduais Ondanir Bortolini (PSD), o Nininho, Romoaldo Júnior (MDB)  e Dilmar Dal’Bosco (DEM), além de buscas na Prefeitura Municipal de Itiquira (347 km de Cuiabá), onde Nininho atuou como prefeito e atualmente tem o irmão Humberto Bortolini como gestor.

O objetivo da ação é de colher provas para a investigação que apura fraudes à licitação e pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos.

Estão sendo cumpridos 39 mandados de busca e apreensão em vários municípios de Mato Grosso (Rondonópolis, Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Alto Taquari, Itiquira, Juscimeira, Jaciara, São Pedro da Cipa, Dom Aquino, Alta Floresta) e Votuporanga, São Paulo.

Ao todo, foram empregados mais de 130 policiais federais no cumprimento das ordens judiciais.

A Controladoria Geral da União (CGU) participou da fase preliminar de levantamento das informações.

De acordo com a Polícia Federal, mais detalhes sobre a investigação não podem ser fornecidos pois a ação está em segredo de Justiça.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados