Destaque Judiciário

Operação contará com seis equipes e população pode utilizar o Disque Silêncio e 190 para efetuar denúncias

A iniciativa faz parte de um acordo firmado com o Ministério Público do Estado (MPE), na terça-feira (29)     O Disque Silêncio da Secretaria de Ordem Pública (SORP) volta a operar de forma exclusiva durante as festividades de Ano Novo, por meio do telefone, (65) 99341-3000. Utilizando esse canal, a população pode registrar a …

A iniciativa faz parte de um acordo firmado com o Ministério Público do Estado (MPE), na terça-feira (29)

 

 

O Disque Silêncio da Secretaria de Ordem Pública (SORP) volta a operar de forma exclusiva durante as festividades de Ano Novo, por meio do telefone, (65) 99341-3000. Utilizando esse canal, a população pode registrar a denúncia e com isso possibilitar que a equipe de fiscalização verifique in loco o cumprimento das normas de biossegurança aplicadas para evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19).

Somado ao Disque Silêncio, o cidadão também pode ligar no 190 da Polícia Militar (PM) para registar a queixa. De acordo com o titular da SORP, Leovaldo Sales, a operação especial de fim de ano acontece na noite de 31 de dezembro e contará com um efetivo de 30 pessoas, divididas em seis equipes. A iniciativa faz parte de um acordo firmado com o Ministério Público do Estado (MPE), em audiência de conciliação realizada na terça-feira (29).

Além disso, a ação é uma sequência do trabalho que vem sendo realizado pelas secretarias municipais de Ordem Pública, Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Mobilidade Urbana e Polícia Militar. Desde março, os órgãos têm atuado de forma integrada, visando garantir o cumprimento dos decretos editados pela Prefeitura de Cuiabá, com base nas recomendações técnicas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O secretário destaca ainda que um dos pontos que será fiscalizado durante a operação é o de respeito ao limite de público permitido em eventos sociais, corporativos ou religiosos. “A novidade é a proibição de aglomerações nos espaços públicos, como parques, praças e a Orla do Porto. Estaremos fazendo rondas em todas as empresas que possuem autorizações prévias para realização desses tipos de eventos”, destacou Salles.

No entanto, Sales esclarece também que a principal intenção do Município é o de atuar em caráter preventivo. Todavia, também como parte do acordo com o MPE para que as festividades fossem mantidas, os proprietários dos estabelecimentos em funcionamento serão devidamente notificados em caso de desobediência das normativas implantadas por meio de decreto.

“O nosso trabalho é para tentar cada vez mais evitar o aumento de casos de coronavírus na nossa cidade. A palavra chave nesse momento é colaboração. Todos devem ser conscientes, quanto à importância dos cuidados, higienização das mãos, usos de máscaras de proteção e principalmente, o isolamento social. Apesar da flexibilização em alguns setores, a pandemia não acabou”, finalizou.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados