Destaque Judiciário

No comando de duas unidades, capitã motiva tropa e transforma unidades da PM

A policial colocou a mão na massa e motivou a tropa com cerca de 50 policiais à dar uma repaginada nos dois prédios     Há 10 meses, a capitã Jéssica Cristina Silva, de 31 anos, comanda a 1ª e 2ª Companhia Independente da Polícia Militar dos bairros Santa Rosa e Santa Isabel, em Cuiabá. …

A policial colocou a mão na massa e motivou a tropa com cerca de 50 policiais à dar uma repaginada nos dois prédios

 

 

Há 10 meses, a capitã Jéssica Cristina Silva, de 31 anos, comanda a 1ª e 2ª Companhia Independente da Polícia Militar dos bairros Santa Rosa e Santa Isabel, em Cuiabá. Em pouco tempo, a policial colocou a mão na massa e motivou a tropa com mais de  50 policiais à dar uma repaginada na estrutura física das duas unidades que pertencem ao 10º Batalhão da PM.

Na 1ª Companhia Independente de Polícia Militar do Santa Rosa, a capitã encontrou a unidade recém inaugurada, mas conscientizou a equipe da necessidade de ter um calendário de manutenção básica para fazer a limpeza, cuidar da pintura, trocar lâmpadas e fazer outros reparos no local.

Se a questão física do prédio da unidade estava em dia, a comandante da Cia, quis levantar sua tropa, motivá-la e aproximar ainda mais os policiais da comunidade por meio da Associação de Moradores do Santa Rosa.

Para incentivar os policiais que trabalham na unidade, a capitã criou uma tabela de pontos que premia aqueles policiais que mais produzem, os que se destacam nos índices de produtividade operacional da Companhia da PM. Quem mais produz pode ganhar prêmios para curtir com a família como jantares em restaurantes sofisticados, vouchers para pousadas e outras premiações.

“Na Base do Santa Rosa fizemos uma  manutenção básica. Para motivar ainda mais os militares da unidade, tentei inovar; criei uma tabela de pontos para quem produz mais; as premiações não se limitam a folga, procuro premiar o policial com algo que ele possa usufruir com as pessoas queridas. Que ele veja, que toda a dedicação dele é reconhecida”, explica a capitã.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados