Destaque Judiciário

Justiça prorroga por mais sete dias a quarentena obrigatória na grande Cuiabá

Cuiabá e Várzea Grande ainda estão classificados pela SES-MT como de alto risco para a disseminação da doença. O juiz da Vara Estadual da Saúde de Mato Grosso, José Luiz Leite Lindote, decidiu prorrogar a quarentena obrigatória por mais sete dias em Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital. A medida passou a valer …

O juiz da Vara Estadual da Saúde de Mato Grosso, José Luiz Leite Lindote, decidiu prorrogar a quarentena obrigatória por mais sete dias em Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital. A medida passou a valer à 0h desta sexta-feira (17).

O pedido foi realizado pelo Ministério Público Estadula (MPE) e tem por objetivo conter o avanço da Covid-19 nos dois municípios, que continuam classificados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) como de alto risco para a disseminação da doença.

Até essa quinta-feira (16), Várzea Grande registrava 2,3 mil casos confirmados e mais de 200 mortes em decorrência da doença. Já em Cuiabá, o número de infectados, incluindo residentes e não residentes, mas que estão na capital, passou de 8,6 mil, e 598 pessoas morreram devido à Covid-19.

Na decisão, o magistrado ressaltou que, apesar do grande número de casos e de óbitos, não houve a prorrogação voluntária dos decretos municipais, “o que me permite intervir em razão da omissão das autoridades públicas competentes”, ressaltou.

Em nota divulgada por meio da assessoria, o prefeito Emanuel Pinheiro afirma que cumprirá a decisão, mas defende a autonomia para gerir o município. “Mantemos um Comitê Municipal de Enfrentamento para basear nossas decisões em dados técnicos”, disse.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados