Destaque Judiciário

Justiça Federal atende MPF e determina suspensão de turismo dentro da terra indígena de MT

A Terra Indígena Pequizal de Naruvôtu demarcada em 2016, está localizada nos municípios de Gaúcha do Norte e Paranatinga (MT), no Alto Xingu, permanece ilegalmente ocupada.   A Justiça Federal em Mato Grosso determinou, em caráter liminar em tutela de urgência a pedido do Ministério Público Federal, a imediata interrupção de toda e qualquer atividade …

A Terra Indígena Pequizal de Naruvôtu demarcada em 2016, está localizada nos municípios de Gaúcha do Norte e Paranatinga (MT), no Alto Xingu, permanece ilegalmente ocupada.

 

A Justiça Federal em Mato Grosso determinou, em caráter liminar em tutela de urgência a pedido do Ministério Público Federal, a imediata interrupção de toda e qualquer atividade exploratória das riquezas naturais do solo, dos rios e dos lagos existentes no interior da Terra Indígena Pequizal de Naruvôtu, especialmente do comércio e/ou turismo nos imóveis em que estão instaladas a Fazenda Santa Fé e a Pousada Cotovelo do Xingu, no município de Gaúcha do Norte (MT), localizado no Alto Xingu.

Também foi determinada a proibição da entrada de não índios nas comunidades indígenas sem a supervisão e controle da União, do Ministério Público Federal, da Fundação Nacional do Índio e/ou da Associação Indígenas Pequizal do Naruvôtu, sob pena de multa diária de R$ 5 mil.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados