Geral Noticias Variedades

Hospital São Benedito volta a receber pacientes não Covid

Retorno das atividades normais será gradual

A partir desta semana, o Hospital São Benedito – HMSB, que atuou como hospital de referência Covid-19, passa a retomar suas atividades de forma gradativa, visando a segurança do paciente e um atendimento humanizado. Após um ano e meio da pandemia do coronavirus o hospital encontra-se regular e em processo de inspeção para liberação do alvará sanitário, de acordo com a declaração nº 074/2021, emitida pela Coordenadoria da Vigilância Sanitária.

Em reunião realizada nesta terça-feira (26) a Secretária Municipal de Saúde Interina, Suelen Alliend, o Diretor Geral da Empresa Cuiabana de Saúde Pública – ECSP, Vinicius Gatto, e o Superintendente do Hospital Referência Covid-19, Douglas Douce, decidiram, mediante termo de cooperação, a disponibilidade de leitos de retaguarda no HMSB, já de imediato, enquanto realizam toda a estrutura necessária para a retomada dos atendimentos normais.

Vinicius Gatto enfatizou que, a princípio, serão disponibilizados 20 leitos, onde serão recebidos os pacientes clínicos internados no Hospital Municipal de Cuiabá – HMC. Entre os pacientes que irão para o São Benedito, estão os que aguardam a liberação de home care pelo Estado de Mato Grosso. Vinicius elencou ainda que determinou a toda equipe da ECSP uma força tarefa para que, dentro dos trâmites legais, tomem todas as medidas urgentes para a retomada das atividades, inclusive das cirurgias eletivas. Finalizou agradecendo a Deus pela retomada.

A Secretária Suelen Alliend explicou que o Hospital São Benedito estava definido no plano de contingência para atendimento exclusivo à Covid-19. “Com a baixa nas taxas de ocupação de leitos Covid e com o bloqueio destes leitos feito pelo Estado e Ministério da Saúde, organizamos a retomada gradual dos trabalhos no hospital, que se concluam os processos licitatórios. Graças a Deus a vacinação está dando um excelente resultado e não precisamos mais ter hospitais exclusivos para o atendimento de Covid-19”, disse.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados