Eventos Noticias Política Variedades

Evento no Beco do Candeeiro fecha mês do orgulho LGBTQIA+ com programação variada e muita emoção; jornalista é homenageada

MARIA BARBANT

O Beco do Candeeiro, no Centro Histórico de Cuiabá, foi palco de uma programação especial na noite da última sexta-feira (2), com o projeto Beco do Orgulho, para lembrar o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, celebrado no dia 28 de junho. Na programação, apresentações musicais, exposição da fotógrafa Mary Juruna, contando em imagens um pouco da história da Parada da Diversidade, e a exibição de um curta metragem, O amor transforma, produzido pelo Coletivo MT Queer, que conta a história de uma Trans e o amor pela sua família,  além de muita emoção na homenagem a jornalista e assessora de imprensa da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Cuiabá, Alessandra Barbosa, morta no último dia 11 de junho, vítima de insuficiência cardíaca, com um poema, de Airton Reis.

A programação organizada pela Secretaria de Cultura Esporte e Lazer foi pensada para marca a luta pelos direitos, pela diversidade e tolerância, reforçando o combate a qualquer tipo de discriminação ou violência contra homossexuais e pessoas Trans no país.

A secretária Municipal de Cultura, Lazer e Esportes, Carlina Rabello Leite Jacob falou sobre a iniciativa e a conscientização da sociedade que vem da luta, da insistência e da resistência, e uma luta pelo direito de cidadania e pelo direito de amar. “Essa iniciativa é mais um grito de liberdade, de respeito as diferenças e de amor. E o Beco do Candeeiro é o palco ideal, onde se manifestam a diversidade, as diferenças, o amor e a cultura. E a Prefeitura de Cuiabá com a primeira-dama Márcia Pinheiro, nessa gestão humanizada, dá espaço para o movimento LGBTQIA+, em função disso, ou seja, para que as pessoas sejam felizes da forma como podem ser”, destacou Carlina Jacob.

De acordo com a secretária, o Beco do Candeeiro se tornou o maior palco cultural de Mato Grosso e a presença de todas as manifestações culturais e artísticas, demonstram isso. Carlina Jacob emocionada, falou também da homenagem a jornalista cultural Alessandra Barbosa, a Leleca, prestada por meio da presença da sua família. “A Leleca sempre foi muito combativa junto as classes minoritárias e sempre batalhou pela cultura, então isso tudo é a alma dela”.

Avner Augusto, coordenador de Cultura destacou a ideia da iniciativa foi celebrar a diversidade e a cultura LGBTQIA+ e tudo que ela representa em Cuiabá. “Valorização dos artistas que através do seu trabalho, simbolizam toda a luta perante as pessoas e as novas gerações. Cores, vozes, movimento, todos unidos para celebrar esse momento, do orgulho”, disse ele.

Entre as apresentações culturais que marcaram a noite, a cantora Trans Seven Mônica destacou a importância da iniciativa para a cultura e o movimento LGBTQIA+. “Estou feliz pelas conquistas. Hoje eu levo minha arte para além de Cuiabá, para todo o Estado. Levo minha arte através da música. Porém nos sabendo que é complicado. A violência existe e sempre existiu, mas hoje está sendo minimizada por meio de projetos. Hoje, espero que mais coisas boas possam ser trazidas para a comunidade LGBTQIA+. Agora, com mais brilho e uma energia mais positiva, o Beco do Candeeiro, ressurgiu, com a cara da arte de Mato Grosso.

A programação contou ainda com apresentações do Bloco Carnavalesco Divas Cuiabanas, Imprensando Bebum, Alice Brasil, Sophie Jehf Rosa, Sarah Mitch, Larissa Padilha e Dj Charles Pitter.

Participaram do evento o secretário Municipal de Turismo, Oscarlino Alves de Arruda Júnior, a vereadora Edna Araújo, diretor do Conselho da Juventude, Juarez França entre outros.

A programação no Beco do Candeeiro é realizada com entrada franca e limitada a 70 pessoas, respeitando as medidas de biossegurança em decorrência da pandemia da COVID-19, como distanciamento mínimo de 1,5 metros, uso obrigatório de máscara, medição de temperatura e disponibilização de álcool 70%.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados