Destaque

Cena Onze leva apresentação da peça Bereu a recuperandas da Ana Maria do Couto

Recuperandas da Penitenciária Ana Maria do Couto poderão prestigiar o conteúdo da peça teatral Bereu. De forma virtual, a Cia Cena Onze realizará seis apresentações, levando a narrativa que mostra a realidade das detentas dentro da unidade penitenciária. As apresentações foram distribuídas entre os dias 16 e 17 de fevereiro e serão transmitidas pelo canal …

Recuperandas da Penitenciária Ana Maria do Couto poderão prestigiar o conteúdo da peça teatral Bereu. De forma virtual, a Cia Cena Onze realizará seis apresentações, levando a narrativa que mostra a realidade das detentas dentro da unidade penitenciária.

As apresentações foram distribuídas entre os dias 16 e 17 de fevereiro e serão transmitidas pelo canal do YouTube do Cine Teatro Cuiabá, gratuitamente.

Segundo o diretor da peça, Flávio Ferreira, o objetivo da dinâmica é mostrar a cada detenta sua própria realidade pela ótica da arte.  Flávio lembra que Bereu foi construída a partir de 10 anos de pesquisas, convivência, leituras e rodas de conversas junto dessas detentas, mostrando essa realidade das mulheres presas, seus conflitos e os motivos que as levaram ao crime.

“Conhecemos essa triste realidade, que narramos por diversas vezes ao público, sempre procurando conscientizar do quanto é importante compreendermos que elas erraram, mas que já estão pagando por isso. Incentivá-las a olharem para essa realidade, informá-las sobre seus direitos, por meio da arte, faz parte dessa reconstrução de cada uma que ali está. Para isso, nada mais indicado do que a peça Bereu”, elucida.

Para que o espetáculo aconteça, foi montada toda uma estrutura tecnológica dentro da Penitenciária, que acolherá as apresentações em três horários: às 9h, 14h e 15h30. “Serão três encenações por dia. Distribuímos assim, para evitarmos aglomerações, mantendo as medidas de biossegurança e de distanciamento”, explica Flávio.

Bereu

O nome do espetáculo é uma gíria usada nas prisões, entre as pessoas presas, mas também no mundo aqui fora, que significa “bilhete, recado, carta”. Bereu conta inclusive com participação de atrizes em seu elenco que estão em processo de reintegração social, pois ainda estão cumprindo pena através do controle de tornozeleiras eletrônicas.

 Lei Aldir Blanc 

O projeto Bereu foi aprovado no Edital Fomento Cultural com incentivo da Lei Aldir Blanc em Cuiabá. Os editais têm investimento oriundo do Fundo Nacional de Cultura repassado via Secretaria Especial de Cultura – Ministério do Turismo – para o Fundo Municipal de Cultura de Cuiabá, por meio da Lei Federal 14.017/2020 – Aldir Blanc, criada para oferecer apoio financeiro aos artistas e profissionais da cultura diante da pandemia mundial da COVID-19. Em Cuiabá, o Conselho Municipal de Política Cultural é parceiro na realização do edital.

 

 

 

 

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados