Destaque Geral Sem categoria

Assistência Social presta homenagem ao aniversário de 302 anos de Cuiabá com série de videos

Sicom

Foram produzidos seis vídeos onde foram abordados foram o linguajar, cultura, pratos típicos, dentre outros

“Larga de moage! Agora quando?,Mas é podre de chique”. Esses foram alguns dos termos presentes no linguajar cuiabano inseridos nos vídeos que foram produzidos pela equipe técnica do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência para lembrar os 302 anos da capital, celebrado na quinta-feira (8).

Em razão das ações coletivas estarem suspensas devido à pandemia do coronavírus, os assistidos estão recebendo os atendimentos oferecidos pelos serviços da pasta social do Município de forma remota. Foram criados grupos de wattsapp para manter o contato durante esse período. “Não poderíamos deixar passar em branco uma data tão especial como o aniversário da nossa cidade. Por meio desses vídeos, produzidos de forma lúdica, pudemos demonstrar o nosso amor por Cuiaba. Então, os vídeos foi a melhor forma encontrada”, disse a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

No total, foram produzidos seis vídeos onde foram abordados foram o linguajar, cultura, pratos típicos, dentre outros.

Além do envio para os assistidos pelo programa da Assistência l, os vídeos foram reproduzidos em canais como o Instagram e Facebook. A proposta foi a de propagar o cuidado e o carinho que o nosso prefeito Emanuel Pinheiro tem por Cuiabá. O nosso trabalho é pautado na humanização do atendimento, no fortalecimento dos vínculos comunitários e na melhoria da qualidade de vida da população”, declarou Ferreira.

Oportuno destacar o empenho das equipes com os idosos e crianças, destacou Hellen, a fim de manter o vínculo instituído com o público e a secretaria. Novos mecanismos de comunicação estão sendo criados para o estreitamento dessa relação.

“Apesar das dificuldades em razão do momento em que estamos vivendo, os servidores não estão medindo esforços para dar continuidade aos trabalhos, mesmo que à distância”, concluiu.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados