Destaque

AMM abraça a Campanha Outubro Rosa

A Associação Mato-grossense dos Municípios–AMM participa da campanha Outubro Rosa desde 2011, iluminando a sua fachada e promovendo ações de sensibilização. O objetivo é chamar a atenção da sociedade para a gravidade da doença que atinge milhares de mulheres. Os colaboradores entendem a importância de aderir à campanha Outubro Rosa e, por isso, se sensibilizam …

A Associação Mato-grossense dos Municípios–AMM participa da campanha Outubro Rosa desde 2011, iluminando a sua fachada e promovendo ações de sensibilização. O objetivo é chamar a atenção da sociedade para a gravidade da doença que atinge milhares de mulheres. Os colaboradores entendem a importância de aderir à campanha Outubro Rosa e, por isso, se sensibilizam com a causa. Nesta sexta-feira (09) todos compareceram ao trabalho  uniformizados com a camiseta ‘Outubro Rosa Ela e Novembro Azul  Ele’, em referência à outra campanha de alerta para os homens quanto ao câncer de próstata.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. A estimativa do Instituto Nacional de Câncer-Inca é o crescimento acelerado de casos a cada ano. O Brasil deve registrar este ano mais de 60 mil novos casos da doença. Os especialistas alertam para a realização frequente e correta do autoexame, que é fundamental para o diagnóstico e tratamento precoce da doença. Quando o câncer está restrito à mama a chance de sucesso no tratamento é maior.

Mas ainda há estatística muito alta de mortes ocasionadas pelo câncer de mama. Estima-se que 40% das mulheres que desenvolvem a doença morrem antes de completar dois anos de tratamento. Alguns sinais de alerta são repassados pelos profissionais da saúde como o aparecimento de feridas, nódulos, alterações nos mamilos, secreção escura, pele enrugada, vermelhidão e inchaço nas mamas e outros. A menopausa tardia, a hereditariedade, obesidade, primeira gestação tardia, dietas ricas em gordura animal e pobres em fibras são apontados como fatores de risco para o desenvolvimento da doença.

Histórico

O movimento popularmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todos os países. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. O movimento teve início nos Estados Unidos, onde tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e/ou mamografia no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, outubro se tornou o mês de prevenção do câncer de mama.

A história remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990 e, desde então, promovida anualmente na cidade. Em 1997 entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas a prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa.

Ações são até hoje direcionadas à conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce. Para sensibilizar a população os laços rosas, despertam a atenção de todos nos locais públicos e privados. A ação de iluminar na cor rosa foi uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar, bastando apenas adequar à iluminação já existente. (fonte: site outubro rosa e pink-october.og)

Autor:Agência de Noticias da AMM
Fonte:Outubro Rosa

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados