Destaque Judiciário

Alphaville 2 sofre com reincidência de furtos, 07 casas foram atacadas

De acordo com relatos de moradores, os bandidos, que ainda não foram identificados, levaram diversos objetos das vítimas. Não há relatos de feridos.       A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) investiga o furto de sete residências localizadas no Loteamento Alphaville Cuiabá II, na madrugada deste domingo (31), no bairro Jardim Itália. …

De acordo com relatos de moradores, os bandidos, que ainda não foram identificados, levaram diversos objetos das vítimas. Não há relatos de feridos.

 

 

 

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) investiga o furto de sete residências localizadas no Loteamento Alphaville Cuiabá II, na madrugada deste domingo (31), no bairro Jardim Itália.

Algumas vítimas relataram que os ladrões invadiram residências que estavam vazias. Em outras, os moradores estavam dormindo. A suspeita é de que os criminosos utilizaram galhos arrancados de uma árvore para levantar os arames da cerca elétrica. Com mais espaço, os criminosos conseguiram pular na casa dos moradores.

Em seguida, os ladrões foram à parte interna das residências e furtaram diversos objetos como: relógios, celulares, joias, dinheiro e chaves de veículos.

As vítimas só perceberam o furto nesta manhã. Rapidamente, os moradores chamaram a Polícia Militar e a Polícia Civil para dar início aos trabalhos investigativos.

Agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também foram ao local para tentar localizar rastros deixados pelos criminosos. Até a publicação da matéria, ninguém havia sido preso.

O caso será investigado pelo delegado André Luís Prado Monteiro da Silva. Devido às circunstâncias, um inquérito policial será aberto para tentar localizar a autoria e materialidade dos fatos.

Moradores relatam que esta não é a primeira vez que bandidos invadem residência do local. Na semana passada, três casas teriam sido invadidas e os criminosos levaram joia, dinheiro e relógios. Não há relatos de prisão desta ação criminosa.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Itens relacionados