DestaqueNotíciasPolítica

Wilson diz que avisou na eleição, mas sociedade não o ouviu

Silval Barbosa e Wilson Santos nos bastidores do debate eleitoral da TV Record Cuiabá, em 2010

O secretário de Estado de Cidades Wilson Santos (PSDB), após sete anos da eleição em que disputou o governo contra Silval Barbosa (PMDB) que agora o acusa em delação de tentar vender aquela candidatura por R$ 10 milhões, afirma que avisou a população, mas que não foi ouvido em relação à corrupção do ex-governador.

“Eu fico vendo essas delações, os anexos, eu pergunto que hora que ele trabalhava, se sobrava tempo pra ele trabalhar pelo Estado porque era o dia inteiro pensando em propina! Olha a quantia de delações que ele fez! E durante a eleição eu avisava a sociedade: Eu estou deixando a Prefeitura porque nós não podemos deixar cair o governo na mão do Silval. O Silval é corrupto”, disse em entrevista à Rádio Capital nesta quinta-feira (31).

O secretário de Estado de Cidades Wilson Santos (PSDB), após sete anos da eleição em que disputou o governo contra Silval Barbosa (PMDB) que agora o acusa em delação de tentar vender aquela candidatura por R$ 10 milhões, afirma que avisou a população, mas que não foi ouvido em relação à corrupção do ex-governador.

“Eu fico vendo essas delações, os anexos, eu pergunto que hora que ele trabalhava, se sobrava tempo pra ele trabalhar pelo Estado porque era o dia inteiro pensando em propina! Olha a quantia de delações que ele fez! E durante a eleição eu avisava a sociedade: Eu estou deixando a Prefeitura porque nós não podemos deixar cair o governo na mão do Silval. O Silval é corrupto”, disse em entrevista à Rádio Capital nesta quinta-feira (31).

O tucano também lembrou que chegou a falar isso para o próprio Silval Barbosa durante a campanha eleitoral de 2010. “Eu disse isso a ele num debate da Gazeta, olho a olho, tete a tete. ‘Silval , você é corrupto. A sua eleição representa a continuação da corrupção em Mato Grosso, Silval’. Eu disse na cara dele!”.

Wilson Santos destacou que mesmo com seus avisos, a população preferiu votar em Silval e não nele como forma de vingança pelo fato de ter deixado a Prefeitura de Cuiabá para se candidatar ao Governo. “A sociedade não me ouviu! A população não ouviu! Parte da população estava machucada comigo porque eu deixei a Prefeitura na metade do segundo mandato. Ela ficou magoada comigo e quis me dar o troco. Mas eu falei que o Silval não tem perfil, não tem estatura, ele é corrupto, ele vai enlamear Mato Grosso. E olha o que aconteceu!”, asseverou.

Agora que o assunto da eleição de 2010 foi trazido à tona na delação de Silval Barbosa, com acusações contra Wilson Santos, que teria oferecido candidatura por R$ 10 milhões aos adversários após ficar em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, o político avisou que vai processar o peemedebista para que prove o que disse. “Eu vou processá-lo pra que ele possa ter a oportunidade específica de apresentar os documentos, as provas. Eu tenho segurança do que estou falando, jamais tratei esse assunto com o senhor Silval. Isso é um escárnio, é cinismo o que ele está fazendo comigo”.

A Gazeta

Artigos relacionados

Fechar