DestaqueGeralNotícias

Taxistas terão ponto definitivo na rua 13 de Junho

Taxistas terão ponto definitivo na rua 13 de Junho (Foto: Gustavo Duarte)

Com a reforma da Praça Ipiranga, na região central de Cuiabá, os taxistas que ficavam na rua lateral, em frente ao Ganha Tempo, foram colocados provisoriamente em frente às lojas na Rua 13 de Junho, o que gerou alguns transtornos no local.

Por conta disso, na noite desta quinta-feira (11), a região passará por readequação da sinalização, para que o local passe a ser o ponto definitivo dos taxistas. A melhoria será feita em conjunto com a Secretaria Municipal de Ordem Pública. “Esse ponto será definitivo na 13 de Junho, estamos assegurando que os taxistas não terão mais problemas com os ambulantes”, disse o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, durante reunião realizada nesta manhã com os taxistas.

Ao todo, são 13 estacionamentos para taxistas que trabalham no local, um dos principais e mais movimentados pontos da Capital, com diversas lojas, pontos de carga e descarga e parada para idosos e PNE. A grande movimentação, aliada à chegada dos taxistas, gerou um conflito por espaço entre eles e os vendedores ambulantes que ficam nas calçadas.

O taxista Isael dos Santos falou sobre a questão e defendeu a segurança dos passageiros no embarque e desembarque no local. “O certo é que o embarque dos passageiros, por segurança, seja pelo lado direito, mas estamos tendo problemas em razão da presença dos camelôs. Ao tentarmos embarcar os clientes, esses vendedores acabam batendo nos carros, e a situação está complicada”, afirma o taxista.

Ele contou que os taxistas queriam fechar a rua porque não estavam concordando com esse ponto, mas resolveram aguardar a conversa da categoria com a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), a fim de resolver a situação e não prejudicar outras pessoas.

Participaram da reunião o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo juntamente, o diretor de Trânsito, Michell Diniz, o diretor de Transporte, Nicolau Budib e o presidente do Sindicato dos Taxistas Autônomos e Condutores de Passageiros de Cuiabá (Sintac), Aelson Alves, além de outros profissionais.

Atualmente, Cuiabá conta com 604 permissões para táxis distribuídas em 74 pontos. Por lei, cada táxi pode ter no máximo dois condutores.

A obra da Praça Ipiranga

Obras da praça Ipitanga (Foto: Tchélo Figueiredo)

Iniciada no dia 22 de outubro de 2017, a reforma faz parte da proposta de revitalização dos espaços públicos e recuperação dos patrimônios históricos da Capital. A obra está orçada em R$ 311 mil, com previsão de entrega para o mês de abril, quando serão comemorados os 299 anos de Cuiabá.

As obras da Praça Ipiranga contarão com a recuperação do coreto, concreto e fiação elétrica, colocação de piso, instalação de rampas de acesso e piso tátil, cumprindo a lei de acessibilidade. Na parte de paisagismo, palmeiras, flamboyants, oitis e ipês serão plantados, contribuindo para a projeção da sombra no entorno. Em relação às vias que margeiam a praça, o lado de acesso à Generoso Ponce será alargado.

Já os pontos de ônibus localizados em frente ao espaço não sofrerão mudanças.

Todo pacote de melhorias está sendo executado pelas Secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Serviços Urbanos. Os recursos são oriundos do Fundo Municipal de Meio Ambiente. (Com informações da Assessoria)

Por A Gazeta 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar