CornetadasNotícias

STJ decide que coronel acusado de “barriga de aluguel” continuará preso

O ministro da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Ribeiro Dantas negou novamente um pedido de liberdade ao coronel Zaqueu Barbosa, acusado de ser um dos responsáveis pelo esquema de interceptações telefônicas ilegais conhecidas como “barriga de aluguel”. Três ministros seguiram o voto do relator, ministro Ribeiro Dantas, que entendeu que a prisão do militar continua sendo necessária.

Para Dantas, existem elementos concretos para manter a prisão, como a “manutenção da ordem” e “assegurar a colheita de provas”. O ministro também concordou com a distribuição feita no Tribunal de Justiça.

Zaqueu é acusado de ter determinado o uso do sistema ‘Guardião’ de interceptação telefônica de alta tecnologia para “grampear” ligações a mando do primeiro escalão do governo Pedro Taques (PSB), enquanto Gerson era quem supostamente fazia relatórios falsos de grampos militares executados por meio da modalidade “barriga de aluguel”. O coronel seria o responsável pelas ordens aos militares suspeitos no caso – ele nega.

Artigos relacionados

Fechar