DestaqueJudiciárioNotícias

STF mantém prisão de empresário que liderava tráfico em MT

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, negou seguimento a um pedido de liminar em habeas que reivindicava liberdade ao empresário Ricardo Cosme Silva Santos, preso em setembro de 2015 pela suspeita de liderar uma quadrilha de narcotráfico internacional.

O ministro Gilmar Mendes já havia negado o pedido de liminar, mas a defesa alegou constrangimento ilegal, uma vez que, a prisão preventiva já ultrapassa 1 ano e sete meses enquanto não houve nenhuma sentença condenatória.
Ao solicitar informações ao Superior Tribunal de Justiça, o ministro foi informado que ainda não houve o julgamento de mérito de um pedido de liminar em habeas corpus pela Quinta Turma, o que levou o pedido no STF a não prosseguir.

Oriundo de Pontes e Lacerda (cidade a 483 km de Cuiabá), o empresário reside em um condomínio de alto padrão na capital mato-grossense, onde foi preso pelos agentes da PF

Tags

Artigos relacionados

Fechar