DestaqueNotíciasPolítica

Senador sai em defesa de Nilson Leitão e critica ex-presidente FHC

Na manhã desta segunda-feira (8), o senador por Mato Grosso José Medeiros (PSDB) ironizou o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) por comparar a proposta de projeto do deputado federal Nilson Leitão (PSDB), em algo semelhante a “trabalho escravo legalizado”.

No projeto apresentado pelo deputado tucano ele propõe que trabalhadores rurais sejam pagos com comida e moradia.

Revoltado com a declaração do ex-presidente, o senador José Medeiros saiu em defesa do parlamentar e disse que “Fernando Henrique só abre a boca para defender maconha. A grande preocupação dele é defender maconheiro, é defender maconha. Eu não sei o que ele anda fumando. E não lê – abre a boca e sai isso”, disse,  nesta segunda (8), durante entrevista

Medeiros acredita que FHC não leu o projeto na íntegra e defendeu Leitão, que também é presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária. Nesta linha, justifica que Leitão só quer legalizar uma prática que é muito comum nas fazendas. “Tem que ter muito cuidado na hora de apresentar porque se torna um problema. Eu venho de zona rural. Nas grandes fazendas, é comum os trabalhadores ganhar casa, comida no final do ano, só que isso não é regulamentado, o que ele (Leitão), quer fez foi tentar regulamentar isso”, disse.

O  projeto de Leitão  6442/2016  deve começar a ser debatido em  comissão especial na Câmara Federal nas próximas semanas. O texto, considerado filhote da reforma trabalhista, já aprovada pelos deputados federais, trata especificamente dos direitos dos trabalhadores rurais e anula pontos previstos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

“A proposta de um deputado do meu partido [Nilson Leitão, do Mato Grosso] de mexer com as relações trabalhistas rurais, aquilo é uma loucura [a ideia aventada permite algo que críticos chamam de trabalho escravo legalizado, com pagamento na forma de alimentação e estadia]. Não pode ser assim”, disse FHC à Folha.

José Medeiros acredita, ainda, que Nilson Leitão poderá ter problemas eleitorais por conta da má interpretação. “Eu disse para o Leitão que do jeito que as pessoas estão entendendo, do jeito que a mídia está interpretando, e o PT é especialista em distorcer, o senador Linderberg deitou e rolou nisso, e o Nilson terá problemas eleitorais com isso. As pessoas têm dificuldade em ler. Então não entendem direito”, concluiu.

Tags

Artigos relacionados

Fechar