DestaqueNotíciasPolítica

Vereador do PSC rompe com base após não ser atendido pelo prefeito Emanuel

Frustrado após tentar falar com o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB) durante 40 dias consecutivos sem sucesso, o vereador Abílio Brunini (PSC) tomou uma atitude drástica. Foi até a Prefeitura, na tarde desta quinta (4), solicitar a exoneração dos dois comissionados – nas pastas de Meio Ambiente e Ordem Pública – que havia indicado e recolheu os currículos de outras nove pessoas que aguardavam a nomeação.

Com a atitude, o vereador deixou claro a saída da base de apoio do prefeito na Câmara e passa a atuar na oposição.

“A conversa do próprio Emanuel de quem ajuda a ganhar ajuda a governar não se concretizou, não é realidade. Até porque para ajudar a governar tem que dar um tipo de apoio que a gente não está disposto. Aquilo que é bom para o município terá nosso apoio. Vamos apoiar os bons projetos. E os maus, nem que seja o único, vamos votar contra”, declarou Abílio em vídeo postado no Facebook.

Abílio também queixou-se da Prefeitura dizendo que “o atendimento não tem nada de humanizado”. Referindo-se à determinação de Emanuel para que sua equipe faça uma gestão humanizada e com respeitos às pessoas.

Apesar de Abílio dizer que a ruptura com Emanuel é pessoal, o PSC está em rota de colisão com o prefeito. Isso porque a ex-secretária municipal de Educação Mabel Strobel, indicada pelo partido, foi exonerada e substituída por Rafael Cotrim (PTB).

O presidente estadual do PSC, deputado federal Victório Galli, reivindica reunião com Emanuel para tratar do assunto. Por enquanto, a sigla mantém na gestão o secretário municipal de Ordem Pública Coronel Sales.

Veja o vídeo

Posted by Abilio Brunini on Friday, May 5, 2017

Tags

Artigos relacionados

Fechar