DestaqueGeralNotícias

Policiais de Cuiabá são convocados para irem à Colniza investigar morte de prefeito

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) são convocados para investigar morte de prefeito

Policiais civis da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá e peritos criminais especialistas em local de crime e balística embarcaram para a cidade de Colniza (1.065 km de Cuiabá), de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (Sesp). O objetivo é ajudar nas investigações do caso do prefeito, Esvandir Antônio Mendes (PSB), que foi assassinado com cinco tiros, no fim da tarde de sexta-feira (16), no momento que dirigia sua caminhonete.

Se deslocaram para Colniza, o delegado Caio Fernando Alvares de Albuquerque, dois investigadores e um policial da inteligência da Polícia Civil. Além deles, cinco peritos da Perícia Oficial Técnica de Identificação (Politec) da cidade de Juína (720 km de Cuiabá) também foram para a cidade. No entanto, as investigações continuam sendo comandadas pelo delegado de Colniza, Edson Pick.

“Essa equipe já chegou em Colniza agora no período da manhã e de imediato, deverá se juntar com os policiais da cidade para os trabalhos de investigação. Estava previsto que uma equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) fosse, mas ocorreu um problema e os policiais da Derf de Cuiabá, tiveram que deslocar até a cidade”, disse uma fonte.

Além dos policiais, o governador Pedro Taques (PSDB), o secretário de Estado de Segurança Pública, Gustavo Garcia, o comandante geral da Polícia Militar, coronel PM Marcos Cunha e o delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Fernando Vasco, também vão ao município acompanhar as buscas e as investigações.

“O efetivo policial já estava reforçado na cidade em razão da operação final de ano e os policiais já estão fazendo as diligências. Além do efetivo da PM e da Polícia Civil, os setores de inteligência também estão nas buscas pelos criminosos”, informou o secretário de Segurança.

O caso

O assassinato aconteceu por volta das 18 horas, quando o prefeito Esvandir e o secretário municipal de Finanças, Ademir da Silva seguiam para uma zona rural da cidade. Durante o percurso, dois homens em uma caminhonete SUV começaram a segui-los.

Em determinado momento, os assassinos conseguiram se aproximar das vítimas. Os criminosos sacaram os revólveres e atiraram diversas vezes. Vando morreu na hora.

Já o secretário foi baleado nas costas e na perna. Ele foi encaminhado ao hospital municipal de Colniza para atendimento médico. O estado de saúde dele é considerado estável.

O vice-prefeito da cidade Celso da Cacique (PT) assume a prefeitura.

Por Luís Vinicius/Hipernotícias

Artigos relacionados

Fechar