DestaqueNotícias

Milhares de cartas de crianças que escreveram ao Papai Noel aguardam apadrinhamento

Ainda dá tempo de apadrinhar uma cartinha da campanha Papai Noel dos Correios. A ação vai até a véspera do Natal. Oficialmente as cartinhas com os pedidos das crianças podem ser retiradas em todas as agências no Estado até o dia 20 de dezembro. Os presentes também devem ser entregues na mesma data, nas unidades em que os pedidos foram retirados.

Conforme o coordenador da campanha, Gilmar Ivens Ribeiro, este ano os Correios receberam quase 18 mil cartinhas, deste total, 55% foi adotada. A campanha continua na expectativa de conseguir mais padrinhos para as 8 mil cartas que ainda não foram adotadas.

“A campanha tem o objetivo principal de incentivar as crianças a escreverem nos padrões da Língua Portuguesa e a utilizarem corretamente o CEP e demais questões do endereçamento postal. O presente é apenas uma ação social para que crianças em situação de vulnerabilidade social recebam uma lembrança no Natal”, explicou.

Entre milhares de pedidos se destacam algumas cartas onde as crianças pediram cadeiras de rodas, itens hospitalares, material escolar, cestas básicas e é claro, os pedidos tradicionais, a exemplo de bicicletas, bolas, carrinhos e bonecas. “São muitos pedidos que emocionam. Vale a pena dedicar um tempo para ler as cartinhas e apadrinhar pelo menos uma delas”, diz o coordenador.

Este ano há mais dois pontos de adoção fora dos Correios, são as duas unidades do Ganha Tempo em Cuiabá e em Várzea Grande.

Apadrinhamento

Os padrinhos e madrinhas devem comparecer à casa do Papai Noel ou às unidades dos Correios em Mato Grosso listadas como pontos de adoção e escolher uma ou mais cartas. Essa e outras informações estão disponíveis no blog da campanha.

Os presentes devem ser entregues pelos padrinhos nos pontos divulgados pelos Correios, que realizam a entrega para as crianças. Não é permitida a doação do presente diretamente pelo padrinho e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é informado.

Nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,5 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. O objetivo principal da ação é responder às cartas das crianças que escrevem ao bom velhinho e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Artigos relacionados

Fechar