DestaqueNotíciasPolítica

Líder do governo na Câmara assinala julgamento tranquilo das contas de Mauro Mendes

Líder do governo na Câmara assinala julgamento tranquilo das contas de Mauro Mendes

O líder do governo na Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Lilo Pinheiro (PRP), garantiu um julgamento técnico e sem posicionamentos políticos no processo de julgamento das contas do último ano de gestão do ex-prefeito Mauro Mendes (PSB), relativo a 2016. Para ele, apesar de se tratar de um grupo diferente, isso não pode se sobressair nesse tipo de situação.

“Eu acho que a análise da conta de um gestor se sobrepõe a qualquer posicionamento de grupo político. A gente não pode colocar um posicionamento do grupo político acima do bem-estar das pessoas de Cuiabá ou acima da dedicação que o ex-prefeito Mauro Mendes teve com as pessoas de Cuiabá”, disse em tom pacificador.

Segundo Lilo, o julgamento das contas de gestão deverá conferir se os gastos conferem com a realidade que foi apresentada pelo ex-chefe do Executivo municipal. “Vamos aguardar a peça chegar pra poder analisar as contas do ex-prefeito Mauro Mendes, para fazer uma análise justa e de acordo com a realidade que foi executada no ano retrasado”.

Para que o processo seja iniciado no Legislativo municipal, é preciso que o Tribunal de Contas do Estado encaminhe os autos. No final de 2017, as contas apresentadas por Mauro Mendes contaram com parecer favorável da Corte de Contas.

Inicialmente, a equipe técnica da primeira relatoria do TCE apontou duas irregularidades, consideradas grave e gravíssima e se tratavam, respectivamente, da indisponibilidade financeira nos 2 últimos quadrimestres do mandato e ausência de documentos na transição de governo.

A defesa de Mauro Mendes apresentou manifestação e documentação complementar e o relator do processo, conselheiro interino Luiz Henrique Lima, descaracterizou as irregularidades, não concretizando a indisponibilidade financeira.

Já no caso da ausência de documentos na transição de governo, foi reconhecido o encaminhamento dos documentos necessários e os que ficaram pendentes, estavam dentro do prazo para fechamento do relatório.

Na análise da educação, dos dez indicadores avaliados, seis superaram a média Brasil e na saúde foram cinco indicadores acima da média nacional. Além disso, os demonstrativos contábeis de Cuiabá constaram de forma adequada e satisfatória para o Tribunal de Contas.

O parecer do TCE também apontou que a Capital mato-grossense respeitou os limites constitucionais e legais nos investimentos das políticas públicas. No índice de gestão fiscal do Município, Cuiabá atingiu o conceito de boa gestão. (Com informações da Assessoria)

Por Celly Silva/A Gazeta

Artigos relacionados

Fechar