DestaqueJudiciárioNotícias

Empresário é condenado a 11 anos de prisão por desvios da Seduc-MT

O empresário Alan Malouf foi condenado a 11 anos de prisão por integrar uma organização criminosa que desviou verba da Secretaria Estadual de Educação (Seduc-MT) entre 2015 e 2016. As fraudes são investigadas na Operação Rêmora. Malouf foi preso em dezembro do ano passado, mas solto alguns dias depois. Ainda cabe recurso da decisão.

A defesa de Alan Malouf disse que ainda não foi notificada da decisão e só deve se manifestar após tomar conhecimento do conteúdo.

Malouf é acusado de ser um dos líderes da quadrilha e, segundo a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), de formular e aprovar os métodos para o desvio do dinheiro público.

De acordo com a sentença, o empresário agiu premeditadamente visando enriquecer e liderou o esquema apenas por ganância. A decisão é da juíza Selma Rosane Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

André Souza

G1 MT

Artigos relacionados

Fechar