DestaqueNotíciasPolítica

Emanuel promete implantar programa de Doria na saúde em Cuiabá

Com a promessa de liderar uma revolução na saúde pública partindo do princípio de que é urgente um choque de gestão, o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) prometeu nesta segunda-feira (3) que vai implantar um programa de parceria público privada na saúde pública.

A meta é reduzir a fila de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que aguardam procedimentos como consultas e cirurgias.

“Eu queria lançar este projeto ao completar 100 dias de gestão que é no dia 11 de abril. Mas, devido ao aniversário de Cuiabá e as comemorações lançaremos este programa na saúde pública”, disse.

A declaração foi dada na manhã desta segunda-feira (3) durante o anúncio dos eventos comemorativos ao aniversário de Cuiabá no dia 8 de abril.

O projeto se assemelha ao ‘Corujão da Saúde’, uma das bandeiras da gestão do prefeito de São Paulo João Dória (PSDB) que permitiu aos moradores de baixa renda ter acesso a hospitais como o renomado Albert Einstein.

“Nós temos um passivo de aproximadamente 100 mil pacientes aguardando procedimentos cirúrgicos e consultas que foi uma herança vinda de diversas gestões do passado.

Queremos um projeto sem piroctecnia e capaz de atender a população para humanizar a prestação de serviços na saúde pública. A equipe técnica está concluindo a formatação deste programa e anunciaremos um modelo de choque de gestão da saúde pública de Cuiabá”, destacou.

Em São Paulo, a fila de exames caiu de 485 mil pacientes para 3 mil. Os exames de ultrassonografia, mamografia e tomografia foram os mais realizados desde o dia 10 de janeiro.

Artigos relacionados

Fechar