DestaqueGeralNotícias

Crea-MT entrevista presidente da ABNT-MT sobre medidas adotadas para evitar a propagação do Covid-19 e demais ações

CREA-MT

Mantendo a segurança dos profissionais do Sistema Confea/Crea e Mútua e de colaboradores, através de várias medidas adotadas para evitar a propagação do Coronavírus (Covid-19), o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) entrevistou o presidente da Associação Brasileira de Normas Técnicas(ABNT)  Mario William Esper, para mostrar  as ações desenvolvidas pela ABNT  através de suas normas que beneficiam  os profissionais da engenharia e a população de modo geral.

CREA-MT:  Como a ABNT está enfrentando essa questão da pandemia para não prejudicar a população, tanto na questão da saúde e da economia, além de manter a produção de várias engenharias , que leva os benefícios à população ?

Presidente da ABNT- Neste momento, a ABNT tem se colocado à disposição do governo para contribuir da melhor forma possível no combate à Covid-19. Em resposta à Resolução da Anvisa, disponibilizamos normas gratuitas para a sociedade referentes à fabricação, importação e aquisição de dispositivos médicos identificados como prioritários para uso em serviços de saúde, e também as normas sobre ventiladores pulmonares e mais alguns produtos relacionados, que com certeza orientarão não só as grandes indústrias, que em sua maioria já seguem as normas, mas principalmente as pequenas e aquelas que estão modificando seu negócio para ajudar neste momento. Além disso, a sociedade de uma forma em geral estará consciente de procurar produtos que sejam fabricados segundo as normas da ABNT e que garantem qualidade e segurança.

CREA-MT:  Cite  quais esses benefícios ?

Presidente da ABNT-Como mencionei, os benefícios são muitos. Todo produto ou serviço que segue um requisito mínimo de qualidade, independente do setor,  entrega ao consumidor final segurança e isso gera confiança. E é exatamente isso que as normas técnicas oferecem à sociedade no todo. Queremos que as empresas reconheçam a importância da normalização em seus setores e façam uso dela para assim oferecer produtos e serviços de qualidade e seguros, levando em consideração que isso acarreta também na competitividade do mercado. Logo os benefícios são para todos.

CREA-MT: Quais os devidos cuidados para manter a segurança desses trabalhadores, ou seja engenheiros de várias modalidades distribuídos em  diversos  setores do mercado?

Presidente da ABNT- As normas técnicas oferecem requisitos mínimos de qualidade e segurança. Uma vez que a empresa ou indústria siga isso, seus colaboradores estarão resguardados. Em qualquer setor é muito importante a segurança de quem está trabalhando. E na área da engenharia não é diferente. Temos a parceria que disponibiliza acesso gratuito e descontos às normas técnicas em vigência no país e até mesmo no Mercosul, bem como em cursos oferecidos pela ABNT. E também valoriza a participação do Sistema Confea/Crea e Mútua nos debates, elaboração, acompanhamento e publicação das normas técnicas. Os profissionais registrados no Sistema contam com o acesso aos bancos de dados digitais ABNTColeção e ABNTCatálogo, o que possibilita atualização constante em todos os quesitos do setor.

CREA-MT:   O que é mais essencial ?  exemplo: elétrica, hospitalar, engenharia de produção, sanitária,  Agronomia e Engenharia civil?

Presidente da ABNT- Acreditamos que todas as áreas são essenciais, até porque tudo está interligado. Não é porque neste momento estamos dando atenção para as normas voltadas ao combate da Covid-19, que paramos de trabalhar nas demais áreas, muito pelo contrário. Infelizmente as normas técnicas tem sua importância reconhecida e são mais citadas em momentos críticos. Por esse motivo, é que alguma área se ressalta em determinado período. Mas todos os nossos Comitês e Comissões de Estudo estão em plena atividade, realizando reuniões virtuais para não parar seus trabalhos.

Iremos lançar  Prática Recomendada ABNT PR 1002 – Máscaras de Proteção Respiratória – Guia de requisitos básicos para métodos de ensaio, confecção e uso. Esta Prática é baseada em um documento da AFNOR (Associação Francesa de Normalização), e foi elaborada em tempo recorde de uma semana. Será mais um documento à disposição da sociedade para contribuir no combate a Covid-19.

ABNT libera lista de 32 normas gratuitas para contribuir no combate ao COVID-19

 

Artigos relacionados

Fechar