DestaqueGeralNotícias

Casal têm moto apreendida e é suspeito de atear fogo em micro-ônibus da PM por represália

Um micro-ônibus da Polícia Militar foi incendiado na madrugada desta sexta-feira (24), ao lado da base comunitária do Bairro Pedra 90, em Cuiabá.

Os acusados são um casal de 17 e 19 anos que são suspeitos de atear fogo em micro-ônibus da Polícia Militar estacionado perto da base comunitário do bairro Pedra 90, em Cuiabá, na madrugada desta sexta-feira (24).

A adolescente M.M.L, de 17 anos, foi detida e encaminhada para a Central de Flagrantes de Cuiabá. O rapaz foi identificado como Waldiney Fernandes de Barros, no entanto, ainda não foi encontrado pelos policiais.

O caso

Uma equipe da PM fazia rondas pela madrugada e abordou Waldiney em um estádio do bairro, supostamente em atitudes suspeitas. O suspeito não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) tampouco documento da motocicleta Honda Falcon e teve o veículo apreendido durante abordagem. Ele não possuía antecedentes criminais, mas alegou que quando menor, praticou crimes.

Entretanto, apenas o veículo foi apreendido e levado para o pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). A garota,  saiu de uma casa na frente do estádio e se apresentou à polícia como companheira dele no momento da apreensão da moto.

Depois de apreenderem a moto, os policiais liberaram o casal. Alguns minutos depois, a polícia recebeu a informação que o micro-ônibus da PM, que estava estacionado na rua lateral a base comunitária da polícia, foi incendiado.

Moradores disseram à PM que um casal em uma moto usou um galão com combustível para colocar fogo no veículo da polícia. O homem citado pelas testemunhas tinha as mesmas características físicas de Waldiney.

Os policiais estiveram na casa do pai da jovem e conseguiram o endereço do suspeito. O pai da adolescente disse que a jovem havia passado no local com o namorado, em outra moto, e havia pedido emprestado um galão de plástico para comprar combustível.

Na sequência, os policiais foram até a casa do suspeito, no mesmo bairro, onde viram a adolescente tentando fugir pelos fundos da residência. Ela disse aos policiais que não sabia onde o marido estava. A PM encontrou o galão usado pelo casal e uma motocicleta, ainda com o motor quente, nos fundos da casa.

Ainda de acordo com a PM, o suspeito possui diversos registros criminais por envolvimento com o tráfico de drogas, roubo, furto e homicídio.

 

Artigos relacionados

Fechar